Whitney Houston pode voltar aos palcos em holograma

Da Redação

Whitney Houston pode “reviver” em show com holograma da cantora, segundo informações do selo fonográfico Primary Wave Music Publishing, divulgadas nesta segunda-feira (20). Os herdeiros da cantora chegaram a um acordo que prevê o lançamento de um álbum póstumo com novos títulos e a turnê.

Whitney morreu em 2012, aos 48 anos de idade, após uma longa batalha contra a dependência química.

Em entrevista ao The New York Times, Pat Houston, cunhada e administradora da herança da artista, declarou que a turnê com holograma de Whitney será uma homenagem merecida. 

“Antes da sua morte, havia muita negatividade ao redor do seu nome, não se tratava mais de música. As pessoas esqueceram como ela foi fantástica. Deixaram que todos os seus problemas pessoais prevalecessem sobre aquilo pelo que a amavam a princípio”, disse.

A causa oficial da morte de Whitney foi afogamento acidental. Segundo relatório do legista do caso, a cantora tinha consumido cocaína antes de sua morte. Uma doença no coração também foi um fator importante, ainda segundo relatório. Várias garrafas de medicamentos com prescrição foram encontradas em seu quarto de hotel, mas as autoridades legistas disseram que não estavam em quantidades excessivas.

Outras drogas identificadas no corpo de Whitney foram maconha, alprazolam (xanax), ciclobenzaprina (flexeril, relaxante muscular) e difenidramina (Benadryl, para alergia), mas eles “não teriam contribuído para a morte”.

Whitney foi encontrada morta por um integrante de sua equipe na banheira de uma suíte no quarto andar do Beverly Hilton, hotel de Los Angeles.

Imagem: Divulgação/Instagram