Um “SIM” que muda a sua história

Nesse mês faço aniversário de casamento. E entrando no assunto, divaguei meus pensamentos sobre em o que acontece quando a gente diz o “SIM” para a união matrimonial. O que acarreta e qual é a nossa responsabilidade nesse ato de um simples “SIM”.

Cheguei a alguns conceitos malucos, porem me pareceu que é fato. Nesses conceitos estão: Você aceitar que outra pessoa participará de toda a sua jornada, que a mesma pessoa tomará decisões pertinentes ao seu futuro, ela também decidirá alguns caminhos que você vai percorrer e vai ter posse de todas as suas coisas (quase todas). Que você abrirá mão de algumas vontades e deixará às vezes de fazer o que você quer fazer.

Mas podemos pensar diferente, que é mais uma pessoa que vem para somar. Ajudar nas suas dificuldades, te apoiar nos seus projetos mais doidos. Rir das suas piadas sem graça e fazer parte da sua trilha sonora.

Quantas coisas por trás de um “SIM”. Quantas histórias, quantos dramas, quantas aventuras. Toda a mudança no seu destino, por uma pequena palavra dita: “SIM”.

E quando pensar por que casar, qual é o maior motivo em colocar uma pessoa para fazer parte literalmente da sua vida. A maioria das pessoas pensa que essa pessoa vai te fazer feliz. Eu penso ao contrario. Eu que tenho o compromisso de fazê-la feliz, eu tenho o compromisso de completá-la e ajudar a dirigir pelo seu caminho.

Sempre quando penso em casamento, principalmente no meu, entendo a frase “caminhar junto”, ter uma história e fazer parte de algo maior. E quem sabe deixar um legado para as próximas gerações que não acreditam mais nessa união. Poderem olhar para a minha história, ver e pensar: “Talvez possa dar certo!”

Não sei se estou certo, também não sei se durará para sempre. Mas o que temos é somente o hoje. E nesse hoje onde eu posso controlar a minha parte de responsabilidade, transformo em infinito e para sempre, a pequena união que construí há alguns anos.

E deixarei um conselho, mesmo sabendo que se conselho fosse bom, seria vendido. Viva a alegria de dividir a sua vida, suas conquistas e suas amarguras. Divida a vida para multiplicar felicidade. Divida a vida, para multiplicar sorrisos e faça parte da história de alguém, como alguém fará parte da sua.

Alguns anos atrás eu disse “SIM”, sem saber que escreveria a história mais bonita a ser contada. Escreva também a sua história e divida o roteiro da sua vida com a pessoa que está te esperando.

Tudo é possível!

Boa sorte!