Licitação de ônibus intermunicipal que deveria ser realizada em 2016 ainda não tem data para publicação

O governador Geraldo Alckmin durante entrega do Terminal Vila Galvão da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). Data: 12/12/2014. Local: Guarulhos/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA

Lucy Tamborino

Vencidos em 2016, os contratos assinados com consócios operacionais para administração de ônibus intermunicipais deveriam ter passado por uma nova licitação, o que não aconteceu desde então. O edital a ser publicado deve solicitar os serviços para as cinco áreas operacionais da Região Metropolitana de São Paulo que abrangem 38 municípios, incluindo Guarulhos, mais a capital paulista.

Sem prazo, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) informou que o edital de está em fase final de elaboração, devendo ser publicado em breve. O documento havia sido barrado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).

O certame, encaminhado pela gestão anterior, determinava que num prazo de 10 anos os ônibus intermunicipais tenham rede de Wi-Fi para os passageiros e, nesse período, que 70% dos coletivos tenham sistema de ar-condicionado.

O objetivo seria aprimorar a qualidade dos serviços prestados aos mais de dois milhões de passageiros transportados diariamente. Para tanto, também estava previsto a expansão de linhas, melhoria da operação dos ônibus e da infraestrutura de terminais e sistema de bilhetagem.

Imagem: Edson Lopes Jr./A2 Fotografia