Americana adota coelha sem orelhas e faz crochês para enfeitar o animal

- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Da Redação

Rodajia Welch, de 22 anos, adotou, na Califórnia, Estados Unidos, a pequena coelha Mimi. Ela nasceu surda, sem as orelhas e com três patas, mas isso não a impediu de viver ao lado dos outros sete coelhos que sua dona cuida.

O nome do animal foi inspirado nos Kemonomimis, personagens de anime que se fantasiam com caudas, orelhas ou garras. A referência foi tão levada a sério que Rodajia começou a criar diferentes pares de orelhas feitos em crochê para sua pet.

No início, a mulher produzia peças pouco ousadas: brancas por fora e rosadas por dentro. No entanto, com o tempo, ela começou a criar modelos imitando orelhas de rato, coroa de flores e chapéus de abóbora em menção ao Halloween.

No começo de setembro deste ano, Rodajia criou um perfil com fotos de Mimi no Instagram. A página já tem dois mil seguidores.

Imagens: Reprodução Instagram

- PUBLICIDADE -