Zoológico de SP registra nascimento de chimpanzé, espécie em perigo de extinção

Da Redação

O Zoológico de São Paulo confirmou o nascimento de um chimpanzé Pan troglodytes, espécie originária do continente africano e classificada como em “Perigo de Extinção” pela organização International Union for Conservation of Nature (IUCN), em razão da destruição contínua de seu habitat e da caça furtiva, entre outros fatores. O fato ocorreu em 19 de dezembro de 2019.

Os pais, Tina e Pepe, com 22 e 15 anos de idade, respectivamente, nasceram no Zoológico de Lisboa e foram doados ao Zoológico de São Paulo em 2006 por recomendação do European Endangered Species Programmes (EEP), programa europeu de manejo e conservação de espécies ameaçadas de extinção que visa à manutenção e sustentabilidade de populações sob cuidados humanos.

A ação tem o objetivo de salvaguardar a saúde genética e demográfica, bem como a elaborar planos de manejo de algumas das espécies mais vulneráveis do mundo. O programa também contempla o desenvolvimento de pesquisas científicas, protocolos de bem-estar animal, proteção do ambiente natural e ações educativas junto aos visitantes.

Este é o segundo filhote de Tina, que também é mãe da fêmea Vitória, nascida no Zoo de São Paulo em 2007. A família convive com outros cinco chimpanzés adultos: Faustina (35 anos), Maria Pia (33), Pipa (18), Cuca (17) e Lulu (12), nascida na instituição.

O grupo de chimpanzés permanece com a rotina no Zoo, podendo ser visto em área de exposição, inclusive a mãe com o filhote. Dessa forma, o público poderá conhecer o novo morador e, se der sorte, observar o momento da amamentação e o banho de sol nas primeiras horas do dia.

Imagem: Governo do Estado de São Paulo

- PUBLICIDADE -