Vereadores realizam diligência no aterro no Cabuçu

Lucy Tamborino

Os vereadores das comissões de Trânsito e Transportes e Desenvolvimento Urbano e Desenvolvimento Econômico (Dude) da Câmara Municipal, realizaram ontem uma diligência no aterro sanitário, localizado no Cabuçu, para averiguar a situação do local após o deslizamento ocorrido em dezembro.

“Temos o compromisso da total transparência na prestação de informações à sociedade sobre o andamento da situação no aterro do Cabuçu. Desde o incidente, a prefeitura tem cumprido à risca as determinações da Cetesb, bem como empenhado máximo esforço para agilizar o andamento dos processos administrativo e judiciário necessários para a prosseguimento do trabalho de recuperação e reativação do serviço o mais rapidamente possível”, afirmou o Diretor do Departamento de Limpeza Urbana, Maurício Monteiro.

O vereador Laércio Sandes (DEM), que preside a Dude, destacou a importância dos parlamentares se deslocarem até o local para dar encaminhamento à investigação. “Nós também vamos cobrar da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo qual a constatação que ela fez até o momento”, destacou.

Em razão da ruptura por escorregamento de parte do corpo do aterro sanitário, de 60 a 90 mil metros cúbicos de resíduos, o município decretou estado de emergência. O acidente também aumentou a produção de chorume, que está sendo contida com uma bomba a mais para tratamento.

O líder da oposição, Edmilson Souza (PT) propôs um projeto de lei na Câmara para a proibição de novos aterros na cidade.  De acordo com ele, é um problema de sustentação do meio ambiente da cidade como um todo.

Imagem: Lucy Tamborino