Vereadores emendam feriado e não comparecem à sessão

Lucy Tamborino

A sessão da Câmara que deveria ter acontecido nesta quinta-feira (14) foi encerrada em menos de cinco minutos. Isso porque, verificando visualmente, o presidente da Casa de Leis, Professor Jesus, colocou fim aos trabalhos alegando falta de quórum.

No momento que a sessão foi encerrada estavam presentes os vereadores Acácio Portella (PP), Carol Ribeiro (MDB), Edmilson Lula Souza (PT), Eduardo Carneiro (PSB), Janete Lula Pietá (PT), João Barbosa (PRB), João Dárcio (Podemos), Laércio Sandes (DEM), Luis da Sede (PRTB), Marcelo Seminaldo (PT),  Paulo Roberto Cecchinato (PP), Professor Rômulo Lula (PT), Professor Jesus (sem partido), Wesley Casa Forte (PSB) e Dr. Alexandre Dentista (DC). Outros vereadores ainda chegaram aos trabalhos após as 14h, quando o presidente da Casa de Leis já havia encerrado.

Sem a sessão importantes itens deixaram de ser votados, como, por exemplo, o relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga eventuais favorecimentos as cooperativas de saúde e empresas ligadas à área médica da cidade, por decretos durante o governo do ex-prefeito Sebastião Almeida (PDT) entre os anos de 2009 e 2016. O documento aponta um prejuízo de R$ 10 milhões à prefeitura. Outro item que não foi deliberado é um projeto de lei que autoriza a prefeitura a cobrar o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU) sobre os imóveis parcelados irregularmente e que estejam em processo de regularização ou inseridos em Zona Especial de Interesse Social (Zeis).

Imagem: Lucy Tamborino