Trump retira EUA do acordo nuclear com Irã

14 03 2018 Foi minha grande honra enviar uma mensagem na Estação Aérea Marine Corps Miramar para o nosso grande Militar dos EUA, diretamente do coração do povo americano: Nós o apoiamos, nós agradecemos, nós o amamos - e sempre teremos suas costas ! Whithe house

Da Redação

O presidente americano Donald Trump anunciou ontem que vai retirar os Estados Unidos do acordo nuclear com o Irã, assinado em 2015, durante o governo de Barack Obama. “Se eu permitir que esse acordo continue, logo haverá uma corrida de armas nucleares no Oriente Médio”, afirmou o presidente.

O pacto foi estabelecido entre Irã, EUA e potências mundiais e recuou na maioria das sanções econômicas impostas a Teerã, desde que o país obedecesse determinações para limitar seu programa de armas nucleares.

Trump falou ainda nesta terça-feira com o presidente da França, Emmanuel Macron, e com o líder chinês Xi Jinping sobre sua decisão. O gabinete de Macron afirmou que os dois conversaram sobre “paz e estabilidade no Oriente Médio”, mas não forneceu detalhes. O presidente francês é forte apoiador da manutenção do acordo e tentou persuadir Trump a manter a negociação durante visita a Washington em abril.

 

Irã irá enriquecer urânio mais do que nunca, se necessário, diz Rohani

O presidente do Irã, Hassan Rohani, afirmou que haverá um “curto prazo” para reavaliar o acordo nuclear com os países remanescentes do pacto e alertou que se as negociações falharem, a seu país irá enriquecer urânio “mais do que nunca” nas próximas semanas.

Rohani fez um pronunciamento na TV em resposta ao comunicado do presidente americano, Donald Trump, de retirar os EUA do pacto. “Eu ordenei à organização atômica do Irã que, se for necessário, nós enriqueceremos urânio mais do que nunca”, disse, acrescentando que isso poderia começar “nas próximas semanas”.