Três livros de Zibia Gasparetto devem ser publicados após sua morte

SP - MORTE/ZIBIA GASPARETTO/ARQUIVO - GERAL - Foto de arquivo de 30/07/2010 da escritora espírita Zibia Gasparetto durante entrevista na Editora Vida & Consciência, no bairro do Ipiranga, na zona sul da capital paulista. Zibia morreu nesta quarta-feira, 10, aos 92 anos. 30/07/2010 - Foto: WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO

Da Redação

A autora de livros espíritas, Zibia Gasparetto, deixou três livros escritos: dois romances e um livro de mensagens, com perguntas e respostas. Zibia morreu na última quarta-feira (10) aos 92 anos.

Ao longo de 68 anos dedicados ao espiritismo, ela escreveu 58 livros, entre os quais estavam “O Amor Venceu”, “Tudo Tem Seu Preço” e “Onde Está Teresa?”. Suas obras venderam, no total, 18 milhões de exemplares.

Segundo amigos da família, ela morreu dormindo em sua casa, no Ipiranga, também na zona sul da capital. Segundo informações, ela lutava contra um câncer no pâncreas. Este ano, em maio, ela perdeu o filho, o também médium Luiz Gasparetto.

Natural de Campinas, interior do estado, Zibia ficou conhecida na literatura espírita. Ela se dedicou ao espiritismo por 68 anos e tem 58 obras publicadas. Durante sua carreira, a escritora também ganhou notoriedade como médium.

De origem italiana, Zibia Gasparetto foi casada com Aldo Luiz Gasparetto. Juntos, estudaram a doutrina espírita e passaram a frequentar reuniões públicas da Federação Espírita do Estado de São Paulo, além de realizar estudos em casa.

Zibia deixa dois filhos, Irineu e Silvana Gasparetto, de 65 e 61 anos, respectivamente. Outros três filhos já faleceram.

Imagem: Werther Santana/Estadão