Terapia dos temperos: como tirar melhor proveito de cada um

Muitas vezes, a cura para diversas doenças pode estar na horta de casa. Essa crença é que a que norteia a Ayurveda, ramo da medicina oriental chinesa, que valoriza o uso terapêutico das plantas como fonte de medicamentos naturais, mais suaves e sem efeitos colaterais.

As especiarias são usadas há milhares de anos por diversos povos. Nos tempos antigos, elas eram usadas para preservar bem o sabor dos alimentos e, durante a Idade Média, as mulheres costumavam bordar uns raminhos de tomilho em lenços para proteger seus filhos contra doenças.  Ainda hoje, na Índia, o cardamomo é frequentemente utilizado na prevenção contra doenças.

A terapeuta naturóloga Maíra Salomão, do Saúde Elementar, é uma das adeptas do uso de plantas e temperos para tratar enfermidades. Há 10 anos, ela tira proveito das misturas e afirma que os benefícios são inúmeros. “Já curamos cistites crônicas, má digestão e estados agudos de imunidade baixa”, conta.

Confira os benefícios de alguns temperos e quando recorrer a cada um deles:

Coentro
O coentro funciona como tiro e queda contra a cistite e é um tempero interessante para usar em períodos quentes do ano.

Gengibre
De sabor picante e com leve toque adocicado, o gengibre é usado para sanar inúmeros sintomas. Quando combinado com outros ingredientes, o resultado é um remédio natural que ajuda na digestão.

Capim cidreira ou capim limão
Com propriedades aromáticas, o capim limão é uma planta muito utilizada em quadros de febre, indigestão, cólicas, ansiedade, insônia e TPM.

Cúrcuma
A cúrcuma é usada como antialérgico, digestivo, inibidor de gases intestinais, cicatrizante, antioxidante e ainda no tratamento de patologias respiratórias.

Foto: Divulgação