TCU nega processo sobre construção de monotrilho no Aeroporto de Cumbica

Da Redação

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou que não há processo em andamento sobre a ligação da Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ao GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, através do people mover.

A baixa demanda de passageiros chegou a ser apontada como um empecilho para a construção do monotrilho, no entanto, o TCU disse que não houve manifestação nesse sentido emitida pelo órgão.

A construção é um desejo do governador João Doria que já chegou a chamar de bizarra a ligação atual feita com ônibus no maior aeroporto da América Latina.

Na última quarta-feira a concessionária que administra o aeroporto, informou a Folha Metropolitana que já foram submetidas ao Governo Federal a seleção prévia dos projetos recebidos para o sistema automático de transporte de passageiros. Com isso, ela aguarda agora as próximas deliberações. Já a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou que espera a lista com as propostas das empresas interessadas por parte da concessionária. Nenhuma das duas afirmou quando, de fato, a empresa vencedora deve ser conhecida ou as obras iniciadas. 

A expectativa é que o monotrilho faça o trajeto total em cerca de seis minutos, com capacidade de dois mil passageiros/hora para cada sentido. O valor do investimento previsto é de R$ 175 milhões retirado da outorga do aeroporto.

Imagem: Mayara Nascimento

- PUBLICIDADE -