SSP tem reunião com Conselho Histórico para tratar sobre inspetoria do Bosque Maia

Por Rômulo Magalhães

Avançam as negociações para a construção de uma nova inspetoria da Guarda Civil Municipal (GCM) no Bosque Maia. O secretário de Segurança Pública, Gilvan Passos, se reunirá no dia 13 de março (terça-feira), às 14h, com a presidente do Conselho do Patrimônio Histórico, Artístico, Ambiental e Cultural de Guarulhos (CPHAACG) para apresentar o projeto.

As informações foram passadas por Passos, com exclusividade à Folha Metropolitana, que também teve acesso há alguns dados da planta e de como a prefeitura planeja construir a nova base.

A futura base da GCM ficará a cerca de 30 metros da sede atual do lado direito de quem ingressar no Bosque pelo portão da avenida Papa João XXIII. A inspetoria terá um andar: o terreno terá metragem de 118,92 m² e a parte superior 187,62 m², num total de 306.60 m².

“Vamos apresentar a nossa proposta ao Conselho, fazermos uma discussão e chegar a um denominador comum. O espaço atual será preservado. E o novo local da inspetoria será em uma parte mais alta, onde melhorará até a visão dos guardas para o parque”, disse Passos.

A presidente do Conselho, Araci Borges, se mostrou solicita ao projeto. “Vamos analisar e, se for preciso, propor algumas diretrizes”, comentou.

A construção será financiada pela inciativa privada. Foi necessário a realização da mudança, porque o atual local, segundo o próprio secretário, não tem condições de ser utilizado pelos guardas.

Há duas semanas, a reportagem esteve na base e constatou o problema. Falta de iluminação, estrutura danificada e móveis quebrados são alguns dos problemas.

Por ser um patrimônio tombado, a prefeitura não pode realizar nenhuma intervenção no Bosque Maia sem a aprovação do Conselho Patrimônio Histórico, Artístico, Ambiental e Cultural de Guarulhos (CPHAACG).

Foto: Rômulo Magalhães