Somos todos Um!

José Augusto Pinheiro, 57 anos, é jornalista guarulhense, palestrante, mestre de cerimônias, coach e orador da Academia Guarulhense de Letras; autor do livro “Dia após Dia, Disciplina e Gratidão”

Na noite passada eu sonhei que escrevia este artigo. O tema era o pedido de orações de um amigo para a sua esposa. Ela se preparava para submeter-se a intervenção cirúrgica e, com a idade avançada, precisava de cuidados intensivos para superar significativa crise. No sonho, tudo parecia fazer sentido. Uma vez acordado, dei-me conta de que eu não conheço tal senhora. O que teria ocorrido?

Ao refletir sobre o significado de mais este sonho, cheguei à conclusão de que, na verdade, eu deveria fazer orações pelas pessoas que precisam de ajuda. A idade? Todas. O problema enfrentado? Qualquer um. Nós estamos rigorosamente no mesmo barco e precisamos orar e auxiliarmo-nos uns aos outros. O Planeta está doente, mas tem cura. Nós, seres humanos, também temos conserto. O Concerto Divino não foi e jamais será em vão.

A Solidariedade e o Amor Fraterno serão as principais bandeiras que nos conduzirão à Luz que está no fim do túnel. O que importa, agora, é nós sabermos que o túnel é finito. Mais cedo ou mais tarde, esta tempestade invisível irá passar. A fé será fundamental na hora presente e no porvir. Daí a necessidade de orarmos…

Uma das resoluções tomadas pela família Pinheiro foi a de nós nos reunirmos de três em três horas, a partir das 9h da manhã, com o propósito de pedirmos força espiritual para enfrentarmos cada um dos dias que nos restam. Clamamos, também, pela Cura do Planeta Terra. Consequentemente, os filhos de Deus e a Natureza estão inclusos na prece. Aliás, a Mãe-Natureza agradece pela ‘trégua’ durante a quarentena.

Enquanto eu escrevia o parágrafo anterior, soou a campainha de casa. Era o até então desconhecido Clayton Samuel, de trinta e poucos anos, solicitando auxílio para comprar pomada que irá curar a ferida em sua perna direita. O moço fez-me lembrar que, além da oração, nós precisamos nos ajudar mutuamente. Enquanto os irmãos e as irmãs desprovidos de esperança estiverem pedindo algo, nós poderemos escolher o próximo passo: compartilharmos o pão ou fecharmos os olhos para as necessidades alheias…

Eu insisto! A Solidariedade e o Amor Fraterno devem ser praticados à exaustão, até o dia em que nenhum ser vivente passará por privações de ordem alguma. Nessa ocasião histórica, o Paraíso terá sido alcançado aqui mesmo – em Vida! Tudo o que precisamos entender é que eu e você somos um só, e que devo lhe proporcionar o mesmo tratamento que eu desejo receber.

“Amai-vos uns aos outros” foi a frase mais relevante pronunciada há 2.000 anos por um jovem judeu. A lição é muito conhecida, mas precisa ser completamente assimilada.

Em tempo – Oro fervorosamente pela integridade física dos profissionais da Saúde. Super- heróis, muito obrigado!

Olho – Oro fervorosamente pela integridade física dos profissionais da Saúde. Super-heróis, muito obrigado!