Seminário de robótica discute conceitos e apresenta reflexões sobre cultura maker, impressoras 3D e o pensamento computacional

A Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (SDCETI), promoveu na última sexta-feira (20) o I Seminário de Robótica e Tecnologias Educacionais. O evento aconteceu no Teatro Adamastor com o objetivo de orientar e estimular professores da rede pública municipal e estadual quanto à inserção da robótica e tecnologias digitais no dia a dia da sala de aula.

Na abertura do evento o vice-prefeito Professor Jesus ressaltou a importância da rede pública de ensino e do poder dos professores. “A Educação tem um papel fundamental na nossa cidade e deve ser sempre valorizada ao máximo, assim como os professores, que são os multiplicadores do conhecimento. Atividades como essa de hoje são fundamentais na atualização das práticas educacionais e tendem a refletir de forma positiva nos nossos alunos”, disse.

Durante o evento foram apresentadas as palestras “Espaços Makers e seus Impactos Pedagógicos”, ministrada pelo professor Sebastião Garcia, do Centro de Inovação Tecnológica Innovation Guarulhos (Citig), do Eniac, “O uso da impressora 3D e suas possibilidades”, ministrada pelo professor Marcelo Balduíno, da Escola Estadual Bom Pastor, e “Pensamento Computacional, jogos e Cultura Maker: por que você deveria se preocupar com isso?”, ministrada pelo professor Thiago Barcelos, do Instituto Federal de São Paulo (IFSP Guarulhos).

Além das palestras os participantes contaram com a contribuição do professor Hamilton Piva Dominguez, do IFSP Guarulhos, que trouxe reflexões sobre o uso das tecnologias nas escolas e seus possíveis impactos e apresentou resultados parciais da pesquisa que desenvolve junto com o Grupo Summus de Pesquisa em Educação e Tecnologia, do qual é líder. Após o ciclo de palestras os professores e professoras visitaram uma exposição de trabalhos de alunos e alunas do IFSP Guarulhos na área de desenvolvimento de games.

Para o diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação da SDCETI, Marcos Aurélio Garcia, o seminário é um primeiro passo que a administração municipal dá no sentido de ajudar os professores a entender os conceitos e as aplicações possíveis da tecnologia na sala de aula. “Isso representa um enorme benefício para vocês e seus alunos”, comentou.

Além de Professor Jesus e do diretor Marcos Aurélio Garcia, participaram do evento o diretor do IFSP, Ricardo Agostinho, a dirigente regional de ensino da diretoria Guarulhos Sul, professora Maria Aparecida Nascimento Barros, a dirigente regional de ensino da diretoria Guarulhos Norte, professora Vera Lúcia de Jesus Curriel, e o coordenador do Citig, professor Sebastião Garcia.

- PUBLICIDADE -