Sem receber salários, anestesistas do Hospital Stella Maris cruzam os braços

Da Redação

Os anestesistas do Hospital Stella Maris (HSM) paralisaram as atividades ontem devido ao atraso no pagamento dos salários. Segundo a reportagem apurou a situação vem se arrastando há meses e o corpo clínico também ameaça entrar em greve. Desde o início do ano a Folha Metropolitana vem acompanhando a situação dos profissionais que constantemente ficam com os vencimentos prejudicados.

Em nota o HSM informou que é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que atende a população de Guarulhos há 54 anos e “que, assim como todos os hospitais filantrópicos do Brasil que dependem de recursos do SUS (em nosso caso 80% dos atendimentos), também vem enfrentando dificuldades financeiras e sofre dos acúmulos de déficit operacionais”. O hospital está revendo todos os seus custos e passando por uma profunda reestruturação, dada a atual situação de recessão do país.

O HSM foi comunicado na quarta-feira (11) sobre a situação e a diretoria está tomando as providências necessárias para a resolução do problema o mais breve possível. Os pacientes foram todos avisados com antecedência. A unidade ressaltou, ainda, que o perfil cirúrgico do hospital é de cirurgias eletivas, os casos de urgência e emergência estão sendo atendidos normalmente.

Imagem: Lucy Tamborino