Rodovias que cortam Guarulhos registram mais de mil focos de incêndio

Lucy Tamborino

Um total de 1.015 queimadas foram registradas este ano nas rodovias Ayrton Senna, Fernão Dias e Presidente Dutra, que cortam Guarulhos. Ainda assim, o número apresentou queda em relação a igual período de 2018 quando foram contabilizadas 1.139 ocorrências.

Entre janeiro e julho deste ano, a Ecopistas registrou 164 focos de incêndio em todo o corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Houve uma redução de 30% neste tipo de ocorrência se comparado com o mesmo período em 2018, que registrou 233 casos. Já na Dutra, no mesmo período foram 479 queimadas, frente a 583 do ano passado. O que significou uma redução de 18%.

Já a Arteris Fernão Dias informou dados só até maio. Nestes cinco meses foram registrados 372 focos de incêndio, às margens da rodovia, entre Contagem (Minas Gerais) e Guarulhos (São Paulo). Já no mesmo período de 2018, o total foi de 323 focos de incêndio.

As concessionárias realizam campanhas para redução dos atos, o que nem sempre é percebido. Para a prevenção de queimadas é fundamental que os usuários não descartem bitucas de cigarro na rodovia, pois esta é uma das causas de incêndios às margens da pista. Tomar algumas precauções ao se deparar com algum foco de incêndio na via também é essencial, como fechar o vidro do veículo, manter sempre distância segura do carro à frente, trafegar com farol baixo aceso, não ligar o pisca alerta e nem parar na faixa de rolamento.

Imagem: Divulgação/CCR NovaDutra