Rodas de Conversa reúnem 120 pessoas no Dia da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa


Um total de 120 pessoas, entre usuários dos equipamentos municipais, idosos e integrantes do projeto Academia na Praça 60+, participou nesta quarta-feira (15) – Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa – das rodas de conversa sobre o tema na UBS Primavera e no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Santos Dumont. As ações foram promovidas pela Subsecretaria de Políticas para o Idoso, integrante da Secretaria de Direitos Humanos.

“O objetivo das palestras é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa, além de, ao mesmo tempo, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal”, disse o subsecretário Walid Shuqair.

As discussões abordaram os diversos tipos de violência que os idosos podem sofrer, como física, psicológica, sexual e econômico-financeira (quando impedem o acesso do idoso aos seus recursos financeiros e patrimoniais).

Os participantes foram também orientados sobre situações de negligência (omissão ou recusa de cuidados, abandono físico ou emocional), autonegligência (recusa do próprio idoso em se cuidar), discriminação (tratamento ofensivo baseado na idade) e sobre o Estatuto do Idoso.

Além de levar conhecimento acerca do tema, a equipe da subsecretaria informou aos presentes os serviços oferecidos pela administração municipal voltados ao público acima de 60 anos e como denunciar ameaças e violações dos direitos do idoso, o que pode ser feito nas delegacias de polícia, na Defensoria Pública e no Disque 100.

- PUBLICIDADE -