Rio Tietê tem até veículos debaixo d’água

Da Redação

Não é de agora que é possível ver o amontoado de lixo no rio Tietê. Há anos um dos principais rios que corta várias cidades do estado, vem sofrendo com o descarte de dejetos. No entanto, no trecho entre as cidades de São Paulo e Guarulhos, além de garrafas pet e outros objetos, há até veículos abandonados.

Reportagem publicada no portal G1 aponta que no trecho entre São Miguel Paulista, na zona leste, e Guarulhos, o rio está lotado de embalagens plásticas. Mas há também colchões abandonados, aparelho de TV e até um caminhão. Em outro ponto do rio, há 10 km de distância, na ponte que liga a Vila Any ao Itaim Paulista, há pelo menos quatro veículos debaixo da água.

Segundo o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) desde 2009 foram retirados mais de 1.400 veículos e pedaços como portas e capôs do Tietê.