Região se organiza para adoção de fase emergencial, prefeitos fazem apelo à população

Os municípios da região do CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê se organizam para adoção de fase emergencial com medidas mais duras de enfrentamento à pandemia, válidas para todo o Estado a partir do dia 15 de março, conforme anúncio do governador João Doria realizado hoje (11/03) durante coletiva de imprensa.  O endurecimento das medidas segue até o dia 30 de março e deve afetar 14 atividades, além de prever o “toque de recolher” todos os dias das 20h às 5h, com o objetivo de reduzir a circulação de pessoas nas ruas.

Um ano após o primeiro registro de infecção pelo Coronavírus na região, os municípios enfrentam o pior momento da pandemia, com alta nos indicadores da doença. Nos últimos 14 dias houve uma elevação de 22% nos casos e 9% nos óbitos, com relação aos 14 dias anteriores. Há uma semana a taxa de ocupação de leitos de UTI se mantém acima de 90%, mesmo com a abertura de novos leitos nos municípios de Mogi das Cruzes e Suzano.

Diante deste cenário, o Conselho de Prefeitos faz um apelo para a população para que leve a sério e siga as medidas restritivas e de distanciamento social, pois estes 15 dias podem fazer a diferença.

“Neste um ano de pandemia os municípios atenderam a todas às recomendações das autoridades sanitárias e, desde o início, trabalhamos fortemente para a ampliação da capacidade hospitalar na região, porém nada disso impediu o avanço da pandemia e a superlotação dos leitos. Hoje nossos hospitais operam no seu limite, tanto na oferta de leitos, quanto de insumos e recursos humanos. Peço a cada cidadão que tenha consciência do risco que todos nós estamos enfrentando e do quanto nossas ações podem ser decisivas para salvar vidas”, declarou o secretário executivo do CONDEMAT, Adriano Leite.

A restrição completa proíbe retirada presencial de produtos em restaurantes e lanchonetes, bem como a abertura de lojas de material de construção e veta celebrações religiosas coletivas e atividades esportivas em grupo. Lojas e restaurantes só poderão fazer entregas pelo sistema de drive thru, entre 5h e 20h, ou delivery.

A adoção do home office será obrigatória para todas as atividades administrativas não essenciais. A imposição vale tanto para órgãos públicos como escritórios particulares.

O Governo do Estado recomenda ainda que as prefeituras imponham o escalonamento de horários de entrada de trabalhadores de atividades essenciais para evitar aglomerações no transporte público. Os horários indicados são das 5h às 7h para profissionais da indústria, 7h às 9h para os de serviços e 9h às 11h para os do comércio.

Nas escolas estaduais haverá antecipação do recesso escolar de abril e outubro para o período de 15 a 27 de março.

Na região do CONDEMAT as aulas das redes estadual e particular foram suspensas na maioria dos municípios (com exceção de Ferraz de Vasconcelos e Guarulhos) desde o dia 6 de março, quando teve início a fase vermelha.