Reforma do novo prédio da Câmara custará R$ 12 milhões

Lucy Tamborino

A reforma do prédio da antiga fábrica de Tapete Lourdes, na Vila Augusta, para abrigar as dependências do Legislativo custará R$ 12 milhões. Nesta sexta-feira (29) a empresa VPP Engenharia Eirele foi considerada vencedora da licitação. Outras cinco empresas habilitadas também apresentaram interesse com valores entre R$ 13,3 milhões e R$ 17,6 milhões.

Agora existe o prazo de cinco dias úteis para recursos, além das tratativas de homologação e adjudicação. O resultado final será publicado no Diário Oficial. Após a assinatura de contrato, a empresa terá 15 dias para iniciar as obras.

A estimativa é que a nova sede da Câmara seja entregue em novembro de 2020. A informação foi confirmada pelo secretário de Administração da Casa de Leis, César Aparecido Samsoniuk, durante a audiência da Lei Orçamentária Anual – LOA 2020, realizada nesta sexta-feira (29).  

Na ocasião, também foi apresentado o valor de R$ 86,5 milhões para folha de pagamento de 2020, um total de 65% de todo orçamento previsto para o Legislativo. O valor já inclui a contratação com o possível novo concurso público, porém, a administração defende que a intenção não é chamar os 70 novos funcionários previstos na lei de reestruturação da Câmara. Neste ano o valor para tal despesa representou 60% do orçamento.

Imagem: Lucy Tamborino