Rede municipal comemora em agosto a valorização dos povos indígenas

Da Redação

Durante todo o mês de agosto as unidades escolares comemoram o “Agosto Indígena”, promovendo ações de conscientização e valorização dos povos indígenas. O movimento internacional pela luta e conquista de direitos, ressalta a perpetuação de suas identidades e sua preservação cultural. Na ocasião, alunos e professores da EPG Pixinguinha, localizada na região dos Pimentas, se encantaram ao receber membros da aldeia “Filhos dessa terra”, na última terça-feira (14).

Iniciativa da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), por meio do Departamento de Orientações Educacionais e Pedagógicas, os participantes puderam conhecer suas heranças culturais e saberes que contribuem para diversidade e riqueza das civilizações, que constituem patrimônio comum da humanidade.

“É muito bom quando nós pensamos em um projeto lá na secretaria com foco em nossos alunos e andando pelos corredores da escola podemos ver o resultado desse trabalho, com as atividades realizadas pelas crianças”, destacou a diretora do Departamento Zenaide Evangelista Clemente Cobucci.

Durante toda programação, Awaratan Wassú, diretor de cultura da arte nativa, apresentou a essência cultural dos povos indígenas, como o uso da vestimenta característica do índio. Awaratan explicou que os nativos brasileiros andavam nus, na época do descobrimento do Brasil e os trajes e adornos foram introduzidos aos costumes indígenas pelo colonizador português. Também foi apresentado o maracá, instrumento musical utilizado para seus rituais e danças, o arco e flecha usados para caça, a fim de garantir a alimentação e sobrevivência.

Na sequência, os alunos da EPG Pixinguinha puderam fazer perguntas sobre seus costumes, tradições e curiosidades, como a pintura corporal, comidas típicas como a mandioca, milho e tapioca.

As apresentações da comunidade “Filhos dessa terra” continuam na próxima semana, dia 22, na EPG Jean Piaget e dia 31, na EPG Jorge Amado.

Imagem: Divulgação