Proteção veicular: uma alternativa para proteger o seu veículo

Com o aumento do número de veículos e a violência no trânsito, as pessoas estão procurando cada vez mais proteger o seu automóvel, porém grande parte desse público não se enquadra no perfil das seguradoras, seja pelo modelo do veículo ou pelo perfil do motorista. Esse problema, aliado à crise econômica no país, fez com que aumentasse a procura por outras alternativas de proteção. Para atender esse público, existe no mercado as associações de proteção veicular.

Mais quais são as principais diferenças entre seguro automotivo e proteção veicular?

– No SEGURO AUTOMOTIVO o segurado adere a uma apólice e transfere o risco de seu bem para a seguradora, enquanto que, na PROTEÇÃO VEICULAR, o associado assina o Contrato de Responsabilidade Mútua e divide o risco com os demais associados.

– Na PROTEÇÃO VEICULAR não há variação no preço da adesão, em função da localização do bem, da idade e sexo do condutor. O valor da adesão paga varia em função do valor veículo. Enquanto no SEGURO AUTOMOTIVO à variações de valores de acordo com os perfis dos condutores do veículo.

– Uma das vantagens mais atrativas de ter uma PROTEÇÃO VEICULAR é o PREÇO, pois trabalha com uma proteção mensal, e não anual, sem que haja uma renovação obrigatória.

– As associações e cooperativas que atuam no segmento de PROTEÇÃO VEICULAR têm como objetivo o auxílio mútuo de seus associados e cooperados em relação à segurança e conservação de seus veículos.

– As associações de um modo geral são constituídas amparadas pelo Código Civil brasileiro e Constituição Federal (art. 5º, XVII CF). O funcionamento das associações de PROTEÇÃO VEICULAR não possui nenhum impedimento legal, responsabilizando-se solidariamente de conformidade com os princípios do associativismo e cooperativismo embasado na Lei Federal 5.764/ 7.

_______________________________________________________________________________________

Sendo ofertada por muitas associações com um baixo custo e vários benefícios, essa opção vem lesando vários consumidores que escolheram contratar a proteção veicular como forma de proteger o seu veículo. Há muitas cooperativas no mercado de proteção veicular que oferecem os benefícios, mais na hora de executar o que foi prometido não conseguem ou não querem realizar o serviço.

O segmento de proteção veicular não está no mercado para competir com as seguradoras, mas atender o público na qual não se encaixa no perfil exigido por elas. Hoje no país 75% da frota de veículos não possuem nenhum tipo de seguro.

Foto: Divulgação