Projeto Educadança promove entrevista virtual sobre a carreira da bailarina Carla Zarzur

Na próxima quinta-feira (13), às 10h30, os alunos do projeto Educadança recebem a bailarina profissional Carla Zarzur para uma entrevista virtual com o tema A Trajetória de uma Bailarina, que abordará os desafios, superações e conquistas ao longo de sua carreira. A entrevista será transmitida ao vivo pelo canal da Secretaria de Educação de Guarulhos no YouTube, no endereço https://www.youtube.com/c/PortalSEInforme.

Iniciativa do Centro Municipal de Educação e Artes (Cemear), a entrevista conta com a mediação da professora de dança Flavia Maria Bicudo Medeiros Plana, do projeto Educadança, e a participação dos alunos, que terão a oportunidade de conhecer um pouco sobre a carreira artística de uma bailarina profissional, suas experiências e prestígio ao ingressar na dança.

Recentemente a artista apresentou o projeto Partituras que Movem uma História, beneficiado pelo edital do Fundo Municipal de Cultura de Guarulhos (FunCultura), por meio da Lei Aldir Blanc, que fomenta as atividades culturais e artísticas no município de Guarulhos, setor impactado pela pandemia do coronavírus. “Acreditamos na arte como um movimento em que todos podem ser incluídos. Nela há espaço para a diversidade”, destaca a coordenadora do Cemear, Ana Paula Lucio Souto Ferreira.

Além de Dom Quixote (https://www.youtube.com/watch?v=6LCDCz8yX0g), o projeto Partituras que Movem uma História apresentou ainda O Quebra-Nozes (https://www.youtube.com/watch?v=ElgcUX9eMrc), vídeo com narração do conto de E.T.A. Hoffmann e interpretação do ballet clássico de Piotr Ilitch Tchaikovski, e O Corsário (https://www.youtube.com/watch?v=HT7U_aqZyhk), ballet com música de Adolphe Adam baseado no poema de Lord Byron.

A bailarina guarulhense é graduada na Miami City Ballet School, nos Estados Unidos, e certificada pelos cursos de verão do American Ballet. Já integrou o elenco da São Paulo Companhia de Dança na obra O Lago dos Cisnes, de Mario Galizzi, em temporada na Sala São Paulo com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, depois no Teatro Sérgio Cardoso, além das cidades de Santos, Ilhabela e Belo Horizonte.

- PUBLICIDADE -