Projeto de Monitoramento de Praias registra aumento de lobos-marinhos no litoral do Brasil

As águas do litoral de Santa Catarina, Paraná e São Paulo estão atraindo um número maior de visitantes que percorrem milhares de quilômetros no Atlântico só para “passar as férias de inverno e primavera” no Brasil: os lobos-marinhos. Levantamento realizado pelo Projeto de Monitoramento de Praias (PMP), executado pela Petrobras, indica que desde o início de 2020, foram encontrados no litoral brasileiro 154 lobos-marinhos, o que representa um aumento de 13,5% em relação ao mesmo período do passado. Para se ter uma ideia, em 2019 foram localizados, ao todo, 149 lobos-marinhos.

E este número ainda pode aumentar nos próximos meses. Só em setembro as equipes de monitoramento identificaram 30 lobos-marinhos nas praias inspecionadas. O biólogo e gerente de manutenção e pós-licença para Exploração e Produção da Petrobras, Rafael Guerreiro explica que estas espécies migram do Hemisfério Sul para a América do Sul (Brasil, Uruguai e Argentina) durante o inverno e a primavera. Ele alerta que, quando avistar um lobo-marinho, é importante que a população não se aproxime. “O ideal é entrar em contato com o PMP mais próximo ou com outro órgão capacitado para o tratamento e resgate. Muitas vezes o animal não está machucado, mas precisa descansar sem ser incomodado. Caso ele retorne ao mar antes de recuperar a energia, a chance de sobrevivência diminui”, explica Guerreiro.

Hoje (25/09), o PMP da Bacia de Santos, em parceria com o Instituto de Pesquisas Cananéia (IPeC), realizou a soltura de um lobo-marinho, na Ilha do Cardoso, em Cananéia, litoral de São Paulo. O animal, da espécie lobo-marinho subantártico (Arctocephalus tropicalis), foi resgatado, em agosto, na Ilha Comprida e, após tratamento veterinário, retornará ao habitat natural. O IPeC é uma das empresas contratadas pelo Programa, responsável pelo Trecho 7 do PMP-BS e pelo Centro de Reabilitação e Despetrolização de Cananéia.

São duas as espécies que visitam o Brasil: lobo-marinho sul-americano e lobo-marinho subantártico. Os lobos-marinhos aparecem principalmente no sudeste e no sul do país: Santa Catarina, Paraná e São Paulo são, respectivamente, os estados de maior ocorrência. Só este ano, em Santa Catarina tivemos a visita de 111 lobos-marinhos.

O Projeto de Monitoramentos de Praias (PMP) atua diariamente no litoral brasileiro. São mais de três mil quilômetros monitorados, com o foco no atendimento de animais marinhos vivos debilitados e no registro e análise de carcaças de animais mortos. Muitos são resgatados machucados por embarcações, petrechos de pesca ou afetados pelos resíduos sólidos. Todos os animais marinhos encontrados são avaliados e, quando necessário, são encaminhados para o atendimento veterinário.