Professoras de inglês da rede municipal são selecionadas para bolsas de estudo no exterior

Foto: Divulgação/PMG
- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

As professoras de língua e cultura inglesa do ensino fundamental Rita de Cássia de Jesus Fonseca Alencar (EPGs Gilmar Lopes e Giovani Angelini) e Rosângela Santana Margotti (EPGs Svaa Evans e César Lattes) e a professora da Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fernanda Salmeron Dias (EPG Deucélia Adegas Pera) foram selecionadas por meio de editais públicos para bolsas de estudos para cursos de aperfeiçoamento nos Estados Unidos e na Irlanda.

Rita e Rosângela embarcam no final de junho para os EUA, onde permanecerão por seis semanas em um curso de imersão que objetiva fortalecer as habilidades linguísticas, proporcionar experiências culturais com contextualizações históricas e compartilhamentos de diferentes metodologias.

Desde que começou sua carreira como professora Rosangela sonha em aprimorar suas habilidades, conhecer novas metodologias de ensino e vivenciar o dia a dia em um país que tem o inglês como língua oficial.

“Estou certa de que essa experiência vai agregar muito na minha maneira de ensinar. A imersão no ambiente de comunicação em inglês permitirá que eu aprimore minhas próprias habilidades linguísticas e culturais. Isso significa que poderei oferecer aos meus alunos uma experiência de aprendizado mais autêntica e contextualizada”, vislumbra Rosangela.

Impactada por referências culturais, costumes sociais, tradições e aspectos linguísticos, a professora Rita também crê no enriquecimento da experiência de aprendizado dos educandos.

“A convivência em uma comunidade internacional fortalecerá minha percepção sobre como a diversidade acontece em outras regiões, e isso favorecerá minha maneira de lidar com alunos de diferentes origens culturais e linguísticas, promovendo um ambiente de aprendizado mais acolhedor e inclusivo”, pontua a docente.

Já a professora Fernanda embarca para a Irlanda em agosto, onde passará dez meses no curso de especialização em liderança e gestão educacional na faculdade Mary Immaculate, localizada na cidade de Limerick. A docente trabalha com projetos educacionais pedagógicos com foco na realidade de mundo dos estudantes da EJA nas escolas da rede municipal e aborda aspectos como mercado de trabalho, vivência, realização pessoal e profissional de modo a proporcionar-lhes uma aprendizagem significativa e participativa com claro sentido para seus tempos de vida.

“Com uma melhor compreensão das dinâmicas de liderança e gestão poderei criar um ambiente de aprendizado mais organizado e eficiente, no qual as necessidades dos alunos serão atendidas de forma mais eficaz. A formação também me permitirá desenvolver e implementar estratégias pedagógicas que valorizem a diversidade e as experiências de vida dos alunos da EJA, promovendo um ambiente inclusivo e motivador”, explica Fernanda.

O processo de seleção foi feito por meio de editais disponíveis na Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, fundação do Ministério da Educação que fomenta a consolidação da pós-graduação strictu sensu.

As práticas e experiências vivenciadas durante os cursos reverberam em importantes ações pedagógicas para os educandos da rede e compartilhamentos potentes com os professores nos encontros formativos, o que promove interações e desperta o interesse de participação de outros professores em chamamentos públicos para a formação acadêmica.

- PUBLICIDADE -