Processo para escolha de nova gestora do Hospital Pimentas conta com sete interessadas habilitadas

Rosana Ibanez

Sete empresas foram habilitadas e seguem no processo que escolherá a nova gestora do Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso. A relação foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do município.

De acordo com a publicação apresentaram propostas a Fênix do Brasil Saúde Gestão e Desenvolvimento de Políticas Públicas de Saúde; Associação de Crianças Excepcionais de Nova Iguaçu (Aceni); Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH); Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT); Organização Social Geração de Semelhantes para Educação e Saúde; Instituto Bio Saúde e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar (IBDAH).

Segundo a Secretaria de Saúde ainda não há uma data definida para a escolha da OS, uma vez que foi aberto prazo para apresentação de recursos no processo, que se encontra na fase de habilitação.

 SPDM é desabilitada
A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) foi desabilitada do processo. De acordo com a publicação, a SPDM, que atualmente é a responsável pela gestão da unidade hospitalar, não atendeu as exigências do subitem 6.3.1 (índices econômico – financeiros). No entanto, a organização ainda poderá recorrer, já que foi aberto o período de cinco dias para a interposição de recursos.

Além da SPDM, foram desabilitados, também, o Instituto dos Lagos – RIO; o Instituto Acqua – Ação, Cidadania, Qualidade, Urbana e Ambiental e o Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar todos por não terem atendido as exigências do subitem 6.3.1 (índices econômico – financeiros).

Atualmente, além do Hospital Pimentas Bonsucesso, a SPDM também é gestora do Hospital Geral de Guarulhos (HGG).

(Folhapress)
Foto: Rômulo Magalhães