Prefeitura inaugura o primeiro posto do Aprende no Shopping Bonsucesso

Como parte das ações para fomentar a criação de novos negócios na cidade, a Secretaria de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (SDCETI) promove nesta quinta-feira (22), às 11h, no Shopping Bonsucesso, a inauguração da primeira Unidade de Apoio Regionalizado ao Empreendedor – UAR Bonsucesso, idealizada por meio do programa Aprende.

Desenvolvido em parceria com o Sebrae, o programa Aprende é direcionado aos cidadãos que já atuam como empreendedores e às pessoas que pretendem montar seu próprio negócio. Os serviços oferecidos incluem um plano de ação envolvendo qualificação, capacitação e orientações gerais, tornando mais eficiente a gestão dos negócios e diminuindo o risco de falência.

Na avaliação do prefeito, o apoio aos micro e pequenos empreendedores é fundamental para o crescimento de Guarulhos. “Estamos cumprindo o compromisso de ampliar e descentralizar os serviços de orientação, capacitação e qualificação oferecidos aos empreendedores. A inauguração desta unidade no Bonsucesso traz esses serviços para perto de quem mais precisa”, destaca Guti.

“Um dos compromissos dessa gestão é empoderar as pessoas. O Aprende ajuda a transformar a vida de milhares de empreendedores que já vivem o desafio cotidiano de gerenciarem suas micro e pequenas empresas. O programa também cria novas perspectivas às pessoas que desempregadas ou não, sonham em ter seu próprio negócio”, comenta o secretário da SDCETI, Rodrigo Barros.

A consultoria oferecida pelo Aprende também pode colaborar com a ampliação, modernização e inovação tecnológica nas microempresas. Por meio do Banco do Povo e Super MEI, os empreendedores têm a possibilidade de obter crédito para investimentos com juros abaixo do mercado.

Microempreendedor Individual
Consertando computadores, realizando reparos em bicicletas, vendendo sorvete, produzindo artefatos industriais, prestando serviços de pedreiro, pintura, arquitetura, além de motoristas, manicures, massagistas, entre outros. Atuando na indústria, comércio e varejo, Guarulhos possui aproximadamente 60 mil microempreendedores individuais – MEIs.

A partir de 2018, cada MEI pode faturar até R$ 81 mil reais por ano e, além do gestor, ter mais um colaborador. Em sua plenitude, os MEIs em Guarulhos têm o potencial de ocupar 116 mil pessoas e movimentar até R$ 4,8 bilhões por ano, valor correspondente a cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) municipal.

“Pesquisas apontam que 70% das profissões existentes no mercado de trabalho atual deixarão de existir entre os anos 2030 e 2035, sendo substituídas ou aprimoradas pela tecnologia. Além de colaborar com a geração de riqueza no município, o Aprende tem o propósito de fortalecer a livre iniciativa, dando autonomia aos cidadãos por meio do empreendedorismo”, conclui Rodrigo Barros.

Foto: Sidnei Barros/PMG