Prefeitura fiscaliza Áreas de Proteção Ambiental (APAs)

Da Redação

A Divisão de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) realizou na última sexta-feira (03), ações de combate a invasões de áreas de preservação.

A primeira ação foi em conjunto com a Fundação Ambiental do Estado de São Paulo e GCM Ambiental no Parque do Itaberaba, região do Tanque Grande, onde foi mapeada uma série de residências de veraneio em áreas invadidas do parque.

A Sema vai propor uma ação em conjunto com o Ministério Público (MP), Meio Ambiente Estadual e Ibama para a demolição dessas residências e punição aos supostos proprietários por crime ambiental.

As residências não são moradias de famílias, são casas para utilização em férias e finais de semanas, algumas delas possuí até piscina, todas de alvenaria e com acabamentos de qualidade.

Numa outra ação, a fiscalização da Sema realizou a demolição de cerca de oito barracos, construídos em área pública proveniente de compensação ambiental do empreendimento habitacional Residencial São Judas, na Região do Pimentas, que foram entregues em 02 de julho.

No local, foram plantadas cerca de 180 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica numa área de 5 mil metros, e a fiscalização flagrou muitas dessas mudas danificadas pelos invasores.

A Guarda Civil Municipal deu todo o suporte para a retirada dos invasores e na demolição dos barracos que aconteceu de maneira pacífica e sem resistência. Os invasores foram alertados sobre a prática de crime ambiental e as penas que podem acarretar em nova invasão.

Imagens: Divulgação/ PMG