Prefeitura autua 17 estabelecimentos no primeiro fim de semana com restrições de circulação

Fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) de Guarulhos autuaram 17 estabelecimentos entre os dias 26 e 28 de fevereiro, primeiro fim de semana com a restrição de circulação imposta pelo governo estadual. Os estabelecimentos, que ficam nos bairros Jardim Rossi, Parque Alvorada, Jardim Divinolândia, Jardim Palmira, Jardim Bela Vista, Vila Galvão e Centro, estavam descumprindo as determinações de horário e não aglomeração, gerando perturbação do sossego, além de não terem licença de funcionamento. Onze locais tiveram de encerrar as atividades no momento e nenhum foi lacrado ou interditado.

“A cidade é obrigada a seguir as determinações do Plano São Paulo, sendo assim, é essencial que os comerciantes tenham consciência e atendam às determinações. Só iremos superar este momento se nos conscientizarmos”, comentou Bruno Gersósimo, titular da SDU.

Ao todo, 75 locais foram visitados pelos agentes nos bairros Gopoúva, Jardim Rossi, Jardim Cumbica, Jardim Adriana, Parque Alvorada, Jardim Divinolândia, Vila Nova Bonsucesso, Jardim Palmira, Jardim Álamo, Inocoop, Jardim Lenize, Vila Galvão, Jardim Flor da Montanha, Centro, Jardim Bela Vista, Jardim Monte Carmelo, Jardim Santa Mena, Jardim Eusonia e Jardim Santa Emília.

Restrição de circulação

O governo estadual decretou na última semana que todo o Estado de São Paulo teria, a partir da última sexta-feira (26), restrições de circulação entre 23h e 5h.

Farmácias, hospitais e postos de combustível são considerados serviços essenciais e poderão funcionar durante o período de toque de recolher, que ocorrerá todos os dias até 14 de março.

Serviços de entregas também estão suspensos nesse período, a não ser para farmácias 24 horas. Sendo assim, bares, adegas e outros estabelecimentos que realizam entregas durante a madrugada não poderão trabalhar no período. Lojas de conveniência em postos não podem funcionar.