Prefeitura abre novo polo de vacinação de crianças na Ponte Grande

Nesta terça-feira (18) a Prefeitura de Guarulhos incluiu mais um polo de vacinação no Portal da Saúde Siss Online. Desta forma, além do Ambulatório da Criança e das Unidades Básicas de Saúde Palmira, Haroldo Veloso e Piratininga, a UBS Ponte Grande (rua Oswaldo Agostinho, 17)  é a quinta unidade que passa a vacinar crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e de 11 anos sem comorbidades, mediante agendamento realizado no link bit.ly/VacinaGru.

A ampliação foi possível devido ao recebimento de mais 9.220 doses da Pfizer pediátrica, repassadas pelo Governo do Estado para a cidade. Com isso, também será possível ampliar a agenda de vacinação do Ambulatório da Criança. Até as 9 horas desta terça, Guarulhos registrou 304 doses aplicadas no público infantil.

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a lista de comorbidades consideradas pelo Ministério da Saúde para que pais ou responsáveis garantam a primeira dose contra a Covid-19 da criança com alguma comorbidade nos primeiros dias de vacinação, já que ela faz parte do público-alvo inicial, bem como crianças com deficiência, além de indígenas e quilombolas entre 5 e 11 anos.

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:
Estas são as comorbidades consideradas pelo Ministério da Saúde: insuficiência cardíaca; cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas; próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; talassemia; síndrome de down; diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3; hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo; doença cerebrovascular; doença renal crônica; imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos); anemia falciforme; obesidade mórbida; cirrose hepática; e HIV.
 

Documentos necessários para vacinação
Para receber a vacina, além de apresentar documento original com foto, cartão SUS (se houver), CPF e comprovante de residência, também deve ser apresentada prescrição ou relatório médico (original e cópia) que comprove a comorbidade ou deficiência. No ato da imunização, a criança deve estar acompanhada pelos pais ou responsáveis ou apresentar o Termo de Assentimento assinado, o mesmo já exigido para que jovens entre 12 e 18 anos sejam vacinados. O Termo pode ser baixado no portal após a conclusão do agendamento (bit.ly/VacinaGru).
 

- PUBLICIDADE -