Por meio da arte, professor do ENIAC promove socialização de assistidos pela Casa de David

O arquiteto e professor Marcio Cantarelli, da Escola de Construção do Centro Universitário ENIAC, tem utilizado a arte para promover a socialização de assistidos pela Casa de David, instituição sem fins lucrativos, sediada no limite entre os municípios de Guarulhos e São Paulo, que abriga pessoas com deficiências físicas, intelectuais e autistas.

De acordo com Cantarelli, que visita as instalações da Casa de David constantemente há três anos, a ideia de ressaltar aspectos sociais da arquitetura surgiu a partir de uma percepção: ao se expressarem por meio de desenhos feitos dentro de suas referências de mundo, os assistidos passaram a se comunicar mais uns com os outros, valorizando, de uma maneira mais intensa, o convívio em sociedade.

Desta forma, com os traços realizados por 13 pessoas que vivem na Casa de David, o professor e esses mesmos assistidos montaram um painel interativo, de 60 peças, que, agora que está pronto, passou a ser exposto na instituição.

“Há três anos, quando tive a ideia de montar esse mural, recebi o apoio do professor Ruy Guérios e das gestoras da Casa de David. Tudo começou quando pensei comigo: ‘Por que não inserir em minha obra traços, esboços e figuras desenhadas pelos abrigados?’”, relembrou Cantarelli.

“O projeto ficou parado por um tempo, retomamos e o finalizamos recentemente. Na hora da montagem, a cada peça encaixada em seu lugar, os assistidos vibravam e batiam palmas como se estivessem vencendo um grande obstáculo. O resultado final surpreendeu a todos”, completou o arquiteto.

Mantenedor do Grupo ENIAC, o Ruy Guérios afirmou que a ação realizada por Cantarelli está alinhada com os princípios da instituição de ensino. Segundo Ruy, a atividade feita na Casa de David é um dos maiores exemplos do modelo de aprendizagem ESG, sigla em inglês que representa três palavras: Environmental, Social and Governance, ou, em uma tradução livre para o português: Ambiental, Social e Governança.

“Dentro do ENIAC, há uma preocupação muito grande em passarmos valores que se conectam aos anseios da sociedade”, afirmou Ruy.

Ainda de acordo com ele, o modelo de aprendizagem ESG, praticado na instituição de ensino, tem justamente o objetivo de incentivar o desenvolvimento de projetos sustentáveis e sociais, em prol da comunidade como um todo.

“Por isso, fico muito feliz ao ver o resultado do trabalho desenvolvido pelo professor Marcio com os assistidos pela Casa de David. É muito importante cultivarmos este olhar mais apurado e humano em relação ao próximo”, finalizou Ruy.