Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar dono do imóvel onde morava em Cumbica

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do soldador suspeito de matar o dono do imóvel onde morava em Cumbica. O crime aconteceu na última quarta-feira (29). Até o fechamento desta reportagem, ele ainda não havia sido localizado.

Testemunhas contaram para a polícia que os atrasos nos pagamentos, desde o início da pandemia, eram motivo de brigas constantes entre os dois. O próprio suspeito, em publicação em redes sociais, afirmou que estava sendo cobrado constantemente. Na publicação, ele afirma que o proprietário teria pedido R$ 500 para o conserto de uma moto e, em troca, permitiria que ele ficasse na residência por mais tempo. Mesmo dando o dinheiro, as discussões continuaram. “Ou era ele ou era eu”, disse o suspeito, rede social.

A vítima Fábio Jesus dos Santos, tinha 45 anos, e trabalhava como vigilante. Ele foi morto com tiros nas costas e na cabeça no quintal do terreno onde morava.