Polícia Federal prende passageiros por tráfico e descaminho

Da Redação

A Polícia Federal prendeu, no GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em ações distintas, entre a noite de sábado (22) e hoje, passageiros tentando embarcar com droga nas bagagens.

Na noite de sábado (22), policiais federais identificaram substância orgânica em uma mala ao fiscalizar as bagagens despachadas de um voo com destino a Roma/Itália, por meio dos aparelhos de raio-x. A passageira responsável pela mala, uma brasileira de 41 anos de idade, foi localizada e conduzida ao Plantão Policial. Na presença de testemunhas o perito criminal realizou o desmonte da mala, confirmando-se a existência de quatro embalagens contendo pó branco, cujo exames preliminares resultou positivo para cocaína.

Na outra ação realizada ontem, servidores da Receita Federal selecionaram um passageiro, nacional da China de 22 anos, que tinha desembarcado de um voo procedente de Adis Abeba/Etiópia, no canal de inspeção nada a declarar. As bagagens foram passadas pelo raio-x, sendo identificado possíveis mercadorias no interior. Após aberta, foram encontradas várias mercadorias que denotavam ter fim comercial, dentre entre aparelhos de karaokê, vestuários, calçados, bolsas e celulares que somavam um valor de U$5.960,00. A Polícia Federal foi acionada, dando voz de prisão por descaminho e conduzido com seus pertences pessoais, ao Plantão desta DEAIN para as providências de Polícia Judiciária.

Em outra ocorrência na madrugada de hoje, policiais federais abordaram um homem brasileiro de 48 anos de idade, que se encontrava com duas malas de bagagens no check-in de um voo com destino a Antananarivo/Madagáscar. Ao ser entrevistado acerca dos motivos da viagem, demonstrou bastante nervosismo e respondia de forma duvidosa.

Após a mala ser aberta, percebeu-se a existência de um fundo falso. Foi realizado um pequeno furo, saindo dele um pó branco, com odor forte. O passageiro foi conduzido até a delegacia, onde o perito criminal desmontou a mala e verificou a presença de pó branco nas paredes e nas extremidades com. Exames preliminares resultaram positivo para cocaína, somando um volume de aproximadamente dois quilos.

Os presos serão encaminhados ao presídio estadual, onde ficarão à disposição da Justiça.

Imagem: Divulgação