Pintando a casa sozinho: 5 dicas que irão facilitar sua vida

Olá, meu nome é Rafael Lima e sou Diretor Técnico da ERJ Reformas e Construções, e a partir de hoje, darei dicas semanais de como você pode realizar pequenos reparos em sua residência de forma simples rápida e eficiente, mas acima de tudo, com limpeza e qualidade.

Hoje, quero falar com você sobre pequenas PINTURAS! Isso mesmo! Aquela pequena parede que ao terminar de pintar, você percebe que pintou todo o chão e boa parte da casa e dos móveis, que na verdade você não tinha intenção de pintar. Vou te dar algumas dicas de ouro, que vão tornar este trabalho muito mais fácil, sem bagunça e com materiais que você compra facilmente em lojas especializadas. Mas vamos lá:

  1. Use a fita crepe para proteger os cantos do teto, das paredes e os rodapés que não serão pintados. Cubra o piso com jornal, lona, papelão ou plástico para proteger evitar sujeira;
  2. Dilua apenas a tinta que for usar. Não esqueça de seguir à risca a dosagem sugerida pelo fabricante. Algum motivo eles tiveram para recomendar esta dosagem;
  3. Coloque a tinta diluída em uma bandeja e molhe o rolo ou pincel, retirando o excesso até quase ficar seco e sem respingos;
  4. Com o rolo, faça movimentos lentos e suaves em “W” e depois espalhe a tinta cobrindo os demais espaços. Utilize o pincel para os acabamentos mais precisos, como os cantos e pontos próximos ao teto;
  5. Aguarde o tempo necessário para secagem entre demãos indicado na embalagem e repita o processo. Não tenha pressa, pois os fabricantes sabem que este tempo que recomendam, é o necessário para uma boa secagem e aderência.

Com essas dicas, acredito que você consiga executar pequenas pinturas com rapidez qualidade e limpeza.

Quer ver aqui mais dicas? Tem dúvidas sobre como fazer algum serviço de manutenção? Mande suas dúvidas com a hastag #SuaReformaNaFolha que o Rafael responderá com um tutorial fácil de fazer como este. Até a próxima!