Pessoas sem deficiência participam de experiência lúdica sensorial com jogos adaptados no Bosque Maia

Os moradores de Guarulhos que passaram pela tenda do Bosque Maia na manhã desta quinta-feira (26) tiveram a oportunidade jogar dominó e basquete adaptados para que pudessem ter a sensação de estar no lugar de uma pessoa com deficiência. Trata-se de atividades lúdicas sensoriais realizadas pela Prefeitura de Guarulhos com o objetivo de sensibilizar a população sobre acessibilidade e inclusão.

Acompanhada de colegas da escola, a estudante Clara Arcari, do primeiro ano do ensino médio, jogou dominó adaptado com os olhos vendados. “O jogo é muito legal. Quando coloquei a máscara achei angustiante, tive um sentimento de incapacidade. Foi uma sensação nova a de não poder ver as peças e escolhê-las. A venda no olho foi limitante e a gente precisou ter alguém pra nos auxiliar no jogo”, disse a jovem, moradora do Centro.

De acordo com a outra participante da brincadeira, Clara Brito, de 15 anos, que vive na Vila Augusta, é preciso um pouco de tempo para se acostumar com a situação. “Foi uma experiência pela qual nunca tinha passado. É divertido, mas demorei a me acostumar a sentir os números das peças com a ponta dos dedos”, revelou a estudante.

Praticante de basquete, Guilherme Morais, também de 15 anos, frequenta o parque todas das manhãs e encarou o desafio do esporte na cadeira de rodas com os olhos vendados. “Foi da hora! Estou feliz que acertei a cesta. Ajudou o barulho que fizeram na tabela e procurei também me guiar pela minha mão. Como fiz o molde de arremesso (a posição das mãos), foi mais fácil de a bola ir reto”, explicou o esportista, que mora no Gopoúva.

Além dos jogos adaptados, foi oferecida uma atividade com o alfabeto Braille para o conhecimento e a compreensão de seu funcionamento.

A ação foi promovida pela Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, e faz parte da programação da 10ª Semana Mundial do Brincar 2022.

- PUBLICIDADE -