Patrulha Maria da Penha realizou quase 4 mil visitas a mulheres no ano passado

Assunto: Patrulha Maria da Penha Locall: Paço Municipal Data:23.01.2019 Foto: Fabio Nunes Teixeira

Lucy Tamborino

A Patrulha Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal (CGM), realizou no ano passado 3.985 visitas monitoradas a mulheres e sete prisões em flagrante por descumprimento de medida protetiva – que é a imposição judicial para que o autor não se aproxime da vítima e, descumprida, é crime. Atualmente, 48 mulheres são atendidas pela inspetoria.

O serviço da Patrulha Maria da Penha de Guarulhos teve início em novembro de 2018, quando passou a acompanhar nove vítimas de violência doméstica, com as visitas monitoradas. A patrulha foi criada para fazer valer a Lei Maria da Penha, sendo a principal função da inspetoria atender mulheres que tenham medida preventiva de urgência já decretada pelo Poder Judiciário.

Ainda em abril do ano passado, a cidade inaugurou o posto de Inspetoria de Patrulhamento e Ações Civis Maria da Penha, na praça Antônio Nader, em Gopoúva, que conta com um efetivo de 31 agentes da GCM.

De acordo com Darcy Maria Feitosa dos Santos, gestora do posto, o cotidiano das mulheres atendidas quase sempre é de dor, medo, angústia e muita ansiedade. “As mulheres atendidas pela patrulha têm um histórico muito triste de agressões. O cenário é de desespero, muitas são vítimas por anos, sofrem agressões físicas e ameaças constantes. Por isso precisamos atendê-las com urgência e esse posto vem de encontro a tudo que precisamos para prestar um serviço cada vez melhor”, afirmou à época da inauguração do local.

Imagem: Fábio Nunes Teixeira/PMG