Passaporte sanitário tem grande adesão no primeiro dia de obrigatoriedade

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) de Guarulhos iniciou nessa quarta-feira (1º) as fiscalizações nos estabelecimentos comerciais em que é obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 e verificou que a maioria seguia as determinações. Ao todo 55 locais na região central receberam os agentes.

As equipes foram às ruas logo pela manhã e visitaram padarias, lanchonetes e academias. Seguiram até o período noturno, quando fiscalizaram os bares e restaurantes da rua Tapajós, local com alto número de reclamações durante a pandemia. Os estabelecimentos já estavam cientes da obrigatoriedade e receberam ainda um oficio que reforçava a necessidade de obedecer às medidas para a segurança de seus funcionários e clientes. 

Bruno Gersósimo, secretário de Desenvolvimento Urbano, afirma que a exigência deve ser encarada como um incentivo à vacinação. “Nós não queremos punir ninguém. Até por isso, em primeira visita ao estabelecimento, caso eles não estejam cumprindo, não serão autuados, apenas advertidos sobre a necessidade. Na segunda, aí sim, serão autuados”.

Como funciona

Restaurantes, bares, cafés, lanchonetes, academias, museus, cinemas, teatros e shows com público sentado são as atividades que integram a lista da obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 para clientes maiores de 18 anos.

Os comprovantes exigidos podem ser o cartão vacinal, fotos do cartão ou o comprovante de vacinação digital, que pode ser acessado no aplicativo Poupatempo Digital, disponível para smartphones. É possível baixar e realizar a impressão da carteira digital.

- PUBLICIDADE -