Parque Tecnológico deve ser iniciado no ano que vem

- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Lucy Tamborino                                    

Com a aprovação na Câmara da Lei Municipal de Inovação, o Parque Tecnológico deve se materializar no ano que vem, foi o que garantiu o secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (SDCETI), Antônio Martinho Risso, durante a audiência pública do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO 2020.

Atualmente estão sendo estabelecidas as diretrizes urbanísticas para fazer uma intervenção na área, em Cumbica, de 267mil m². “Acredito que a primeira estrutura vai ser o núcleo que abriga também a incubadora de empresas”, destacou Risso.

O empreendimento já possui o credenciamento provisório, assinado em outubro, e com validade de quatro anos junto ao Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTEC). A medida torna possível o acesso ao apoio institucional e financeiro do governo estadual, mediante apresentação de propostas e estudos para a concretização do empreendimento.

Outro projeto da pasta é a Arena Indoor Multiuso. Para a realização desta, um estudo de viabilidade, que trará dados como impacto no trânsito, possibilidade do espaço para realização eventos culturais árticos, esportivos e também de negócios, além de verificar a possibilidade de estacionamento, está sendo elaborado. De acordo com Risso, a previsão é que o material seja concluído em agosto e seja realizado um chamamento para uma Parceria Público-Privada (PPP). A área para o empreendimento é de 28 mil m², onde atualmente funciona o ginásio Fioravante Iervolino, às margens da rodovia Presidente Dutra.

- PUBLICIDADE -