Paróquia São Pedro Apóstolo comemora centenário de fundação de igreja

Lucy Tamborino

A Paróquia São Pedro Apóstolo, na Vila Galvão, comemora o centenário de fundação do prédio este ano, que antes era uma capela. A paróquia por sua vez, completa neste ano 65 anos. Segundo o atual padre, Marcelo Dias Soares, a história da instituição religiosa remonta a do bairro Vila Galvão.

“A própria construção da igreja exigiu esforços da comunidade do bairro e houve poucas alterações depois disso. A estrutura não mudou, o que foi alterado somente foram os pisos e o altar”, conta Soares explicando que há dois sinos, um em homenagem a São Pedro e outro a Nossa Senhora de Fátima. Para comemorar a data foi instituída pela paróquia a Comissão dos 100 anos.

De acordo com o padre, a comissão deve organizar uma exposição de fotos, um livro histórico do bairro e da igreja, além de uma revista que será distribuída aos paroquianos. Cidadãos que queiram ajudar com material podem enviar um e-mail para spa100anos@gmail.com. Atualmente a comissão busca histórias e fotos do interior da igreja, o material ainda carece de fotos de década de 70, 80 e 90.

Das descobertas até agora, uma foi sobre o fundador da igreja, o monsenhor Ezequias Galvão da Fontoura, responsável pela construção da igreja. Antes disso, realizou a primeira missa no local que se tornaria hoje a Paróquia São Pedro Apóstolo. “A chácara da ponte da Vila Galvão até o Lagos dos Patos era da família dele. Com as construções das casas começaram a dividir os lotes”, explica o paroquiano Fábio Azevedo, coordenador da Comissão dos 100 anos. Ainda de acordo com ele o terreno foi doado para Irmandade dos Clérigos de São Pedro.

A comissão se iniciou ainda esse ano. “Tudo começou quando a gente leu nos arquivos históricos que a igreja tinha sido fundada 1919. Quando começamos as pesquisas percebemos que a história transcende os portões da igreja e então, a ideia começou crescer”, explica Azevedo.

Como parte das comemorações serão realizados em junho três dias em louvor a São Pedro: 27, 28 e 29. Já no dia 30 ocorrerá uma festa dedicada ao padroeiro. Ainda no dia 29, às 18h, será realizada uma missa campal num palco fora do templo da paróquia.

Imagem: Lucy Tamborino