Pane por acionamento indevido pode ser causa de falha no Metrô de SP

Da Redação

Depois de informar o fechamento de todas as 23 estações da Linha 1-Azul na manhã de ontem por causa de falta de energia e medidas de segurança, a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) informou por volta das 10h20 que as estações começaram a ser reabertas. O problema ocorreu no dia em que o Metrô completa 50 anos. À tarde, o Metrô funcionava normalmente.

O Metrô ainda aguarda o resultado final do laudo técnico sobre as causas para a falta de energia. Duas possibilidades foram estudadas: falha na alimentação elétrica e pane por acionamento indevido.

Em nota a companhia adiantou que atuações indevidas e não autorizadas de equipamentos de emergência das estações provocaram a desenergização da Linha 1- Azul. “Em consequência, a circulação de trens da Linha 1 ficou paralisada entre 8h50 e 10h17. Os reflexos dessa ação deliberada também foram sentidos nas Linhas 2 e 3, que operaram com velocidade reduzida durante o período da ocorrência”, ressaltou a nota.

Segundo o Metrô, inicialmente, quando a Linha 1-Azul apresentou pane, a primeira hipótese foi de falha na alimentação elétrica. Mas como vários trechos registraram falhas, em outras linhas, a possibilidade de que um usuário tenha acionado botões de emergência passou a ser considerada.

Foto: RENATO S. CERQUEIRA-ESTADÃO