Organização social de Guarulhos está entre as selecionadas do programa de aceleração Reforça, da EDP

A primeira edição do Reforça (Programa de Aceleração e Transformação Social para Retomada) selecionou as 20 Organizações da Sociedade Civil (OSC) brasileiras que vão passar pelo programa de aceleração. A iniciativa do Instituto EDP, organização que gere os investimentos socioambientais da EDP Brasil, e da Phomenta, instituição de impacto social, vai capacitar as instituições em áreas como gestão, captação de recursos, inovação e liderança. Uma delas é da cidade de Guarulhos.

As organizações selecionadas atendem mais de 7.500 pessoas em seis Estados brasileiros: Amapá, Ceará, Espírito Santo, São Paulo, Tocantins e Rio Grande do Sul. O programa de aceleração ocorrerá durante sete meses, a partir de setembro, de maneira completamente online com envio de materiais didáticos às instituições.

Os módulos incluem diagnóstico de aceleração, maturidade organizacional e avaliação final (ICFO) das organizações participantes, acompanhamento e relatórios de evolução. As instituições passarão ainda por avaliação jurídica e financeira, além de introduzir boas práticas de gestão e transparência. Ao final do programa, aquelas que atingirem 80% da pontuação mínima receberão ainda o selo da Phomenta.

“Tivemos grande adesão ao edital de inscrição, o que demonstra a urgência das organizações sociais de se estruturar melhor para conseguir captar recursos, planejar as finanças e conseguir beneficiar mais pessoas. Estamos otimistas que essas 20 instituições conseguirão aprender os conteúdos da melhor forma e vão ampliar seu alcance”, destaca Luís Carlos Gouveia, diretor do Instituto EDP.

Organizações selecionadas

  • Associação Ação Vida – Guarulhos (SP): presta assistência social e garantia de direitos às pessoas em situação de vulnerabilidade social, proporcionando a possibilidade de se desenvolverem integralmente;
  • Associação Regeneração Global – São José dos Campos (SP): promove as soluções que podem contribuir com a regeneração do planeta e o equilíbrio da sociedade;
  • Projeto Social Grêmio União – Pindamonhangaba (SP) – realiza a inclusão social de crianças e adolescentes, da rede pública de ensino, por meio de propostas educativas, esportivas, culturais e de audiovisual de forma gratuita;
  • Suinã – Instituto Socioambiental – Guararema (SP): promover educação, pesquisa e sensibilização dos diversos segmentos da sociedade, a fim de valorizar conhecimentos, culturas e o meio ambiente;
  • Instituto Maria Mãe do Divino Amor – Mogi das Cruzes (SP): atua na formação da cidadania de crianças e adolescentes, por meio de atividades educativas, culturais e assistenciais, para a construção de uma cultura de paz;
  • Provedoria da Comunidade Portuguesa de São Paulo – São Paulo (SP): Promove assistência social, amparando primordialmente os idosos desprovidos de recursos em instituições de longa permanência;
  • Associação Aliança para um Futuro Melhor – Miracema do Tocantins (TO): promove a educação e socialização de crianças e jovens com foco na prevenção do uso de drogas lícitas e ilícitas, bem como fomenta a geração de renda às famílias de Miracema do Tocantins;
  • Associação Amigos da Terra – Linhares (ES): apoia crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e vulnerabilidade social, com idade entre 07 anos e 17 anos por meio de programas assistenciais, preventivos e protetivos;
  • Associação Atlética Atenas – Palmas (TO): utiliza o desporto como ferramenta principal e de acompanhamento didático pedagógico para proporcionar o crescimento em todos os aspectos de crianças e adolescentes;
  • Associação de Atividades Sociais do setor de rochas ornamentais do ES – Cachoeiro do Itapemirim (ES): acolhe crianças e adolescentes inseridos nas escolas através de práticas esportivas e culturais, promovendo a formação humana e integrando-os na família e comunidade;
  • Associação dos Amigos da Arte – Pindoretama (CE): inclui socialmente crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social através da arte, oferecendo educação musical e colaborando para a inserção dos beneficiários no mercado de trabalho;
  • Associação dos Trabalhadores do Alto da Reserva Agroextrativista do Rio Cajari – Laranjal do Jari (AP): realiza a aproximação entre comunidade e poder público por meio de programas de formação e apoio
  • Associação PEB – Projeto Educa Basquete – Serra (ES): busca transformar crianças e adolescentes em cidadãos de bem por meio do basquetebol;
  • Associação Pecém Eu te Amo – São Gonçalo do Amarante (CE): desenvolve ações para promoção do crescimento da região, fomentando melhorias de convivência social e cuidando da memória cultural da população;
  • Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente – Palmas (TO): desenvolve educação popular para fortalecer o exercício da democracia e direitos humanos desde a infância.
  • Instituto Laudino – Serra (ES): oferece oportunidades de estudos, capacitação e renda. Além disso, contribui para que os moradores beneficiados avaliem sua própria atuação e ampliem seu conhecimento;
  • Instituto Todos os Cantos – Vitória (ES): realiza a prática de atividades artísticas, culturais, educacionais, literárias, filantrópicas e comunitárias com ênfase em música em geral e em Canto Coral;
  • Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer do estado do Tocantins – Palmas (TO): promove a prevenção de quaisquer tipos de câncer e assistência aos pacientes com câncer de baixa renda;
  • Serviço de Engajamento Comunitário – Vitória (ES): visa impactar positivamente crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, garantindo seus direitos e promovendo o desenvolvimento pessoal, profissional e familiar.
  • WimBelemDon – Porto Alegre (RS): promove transformação social para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, oferecendo a prática de tênis e atividades culturais, pedagógicas e socioemocionais;