Operação Cata-Treco recolhe 390 caminhões de inservíveis em cinco meses

A Secretaria de Serviços Públicos (SSP) de Guarulhos divulgou nesta segunda-feira (9) o balanço da operação Cata-Treco, iniciada em março. Até o final de julho foram retirados 1.974 m³ de inservíveis, o equivalente a 390 caminhões cheios de materiais como móveis velhos (sofás, armários etc.), colchões, eletrodomésticos, eletrônicos, madeira, vidro e papelão sem utilidade para os munícipes. Cerca de 600 endereços foram atendidos em 23 bairros da cidade.

De acordo com o prefeito Guti, a operação Cata-Treco oferece aos munícipes a oportunidade de se livrarem de materiais de forma prática e ambientalmente correta. “O serviço oferecido porta a porta é uma forma de ajudar as pessoas a descartarem corretamente o que não lhes serve mais, o que é muito importante para evitar a formação de pontos de descarte irregular que sujam a cidade e prejudicam a todos”, comentou.

A operação faz parte do esforço da SSP para ampliar as alternativas de destinação adequada de resíduos para os moradores. “Pelo volume de materiais recolhidos percebemos que a população aprova o serviço, que é uma alternativa importante para incentivar o descarte correto. Pretendemos atender todos os bairros da cidade”, afirmou Rodnei Minelli, secretário de Serviços Públicos.

Até o momento, a Cata-Treco já atendeu os bairros Jardim Paraventi, Jardim Ottawa, Jardim Aracília, Parque Jurema, Parque Stella, Jardim Carvalho, Jardim Bela Vista, Jardim Jovaia, Jardim Divinolândia, Jardim Vila Nova Cumbica, Parque Uirapuru, Jardim Santa Helena, Ponte Grande, Vila Hermínia, Vila Fanganiello, Vila Iracema, Vila Meliani, Jardim Munhoz, Vila Clotilde, Vila Zamataro, Cidade Jardim Cumbica, Jardim Santa Emília, Jardim Santa Inês, Jardim Sílvia, Jardim Nova Taboão e Jardim Taboão.

- PUBLICIDADE -