O ano finalmente começou, com a paz que nós almejamos

José Augusto Pinheiro

57 anos, jornalista guarulhense, locutor, mestre de cerimônias, palestrante, escritor e orador da Academia Guarulhense de Letras.

O ano de 2020 da Era Cristã teve início oficialmente no dia primeiro de janeiro. A data corresponde a feriado em todo o mundo em comemoração do Dia da Confraternização Universal, na qual existe o sentido de que a Paz e a Harmonia são os melhores ingredientes intangíveis para a edificação do Mundo Ideal. Ainda que desde 1981 o Dia Internacional da Paz seja comemorado em 21 de setembro, a data de 1º de janeiro é reconhecida pela Organização das Nações Unidas como o Dia da Confraternização Universal. É, portanto, tempo de recomeçar, de implementar planos há muito deixados de lado. O que ocorre na prática, porém, é que a roda vida engole em poucas semanas quase todos os nossos objetivos.

Chega então a esperada folia de momo, festividade que ocupa o espaço do tédio deixado pelos planos não implementados. Segundo o filósofo Mário Sergio Cortella, a frase “o ano só começa depois do carnaval” está historicamente correta. Afinal, fevereiro era o último mês do ano. É fácil observar que se trata do único período que não tem 30 ou 31 dias mas 28 ou 29, o que indica que este era o mês do ajuste final. Outra ‘dica’ importante é que, por exemplo, a palavra setembro começa com sete, mas o número do mês é nove. Esta regra funciona também nos meses subsequentes, de outubro a dezembro.
Na China, a passagem do ano cai no fim de janeiro ou início de fevereiro, porque é respeitado o calendário lunar. Os judeus têm a sua celebração de ano novo no primeiro dia do mês de Tishrei, o primeiro do calendário judaico (meados de setembro ou começo de outubro). Para os islâmicos, o ano novo cai em maio, pois a contagem islâmica corresponde ao aniversário da Hégira (em árabe, emigração), cujo ano zero corresponde a 622 da era cristã, ocasião em que o profeta Maomé deixou a Cidade de Meca e se estabeleceu em Medina.

Iniciado o ano no Brasil, o primeiro Fórum Rotary pela Paz será realizado no sábado, dia 7 de março, das 9h às 12h, no Teatro Adamastor (avenida Monteiro Lobato, 734 – Macedo). Todos os clubes de Rotary de Guarulhos estão envolvidos com o evento. A organização geral será capitaneada pela presidente do RC de Guarulhos Sul, Márcia Feroldi Baakilini: “A violência tem múltiplas causas e se manifesta de várias formas. Por isso, não existem soluções únicas: elas precisam responder às características específicas de cada problema. Acreditamos em um país mais justo e mais seguro, com a capacidade de superar a impunidade dos crimes violentos junto com a sociedade participativa e engajada na mudança!” Eu estarei presente. Espero encontrar você lá, com Saúde e Paz!

Olho: a frase “o ano só começa depois do carnaval” está historicamente correta.

- PUBLICIDADE -