Novo Bolt é marco para a GM

A Chevrolet finalmente apresentou o novo Bolt e o Bolt EUV, uma versão SUV do carro elétrico. Os dois fazem parte dos 30 modelos elétricos que a GM pretende lançar até 2035. Dessa forma, a Chevrolet, marca mais popular do grupo, busca alcançar dois tipos de público. Ou seja, quem procura por hatches e os que migraram para os SUVs urbanos.

Embora não seja uma nova geração, o Bolt traz mudanças profundas As linhas ficaram mais modernas e futuristas, e a carroceria aparenta ser maior.

Agora, o hatch utiliza a mesma plataforma BEV2 do Velite 7. O SUV elétrico foi lançado na China pela Buick, marca que também pertence à GM.

O Bolt EUV traz a mesma plataforma. O modelo inédito tem 4,30 metros de comprimento. É cerca de 16 centímetros maior do que o hatch.

Além disso, a distância entre os eixos é de 2,67 m, ou 7,5 cm a mais do que a do “irmão”. Os dois têm igual capacidade máxima de carga, de 1.614 litros.

Ambos contam com a mesma assinatura visual, marcada pela dianteira imponente com faróis longos e afilados, com luzes de LEDs. As luzes de uso diurno são integradas ao conjunto. Além disso, a grade é maior do que a do Bolt anterior e traz elementos com forma hexagonal da mesma cor da carroceria.

Assim como a dianteira, a traseira recebeu atualização no visual: as lanternas ficaram menores e mais finais. Elas estão unidas por um barra na cor preta, onde o logotipo da Chevrolet está instalado. Mais curvado e alto, o para-choque do modelo também é novo.

Interior mais recheado. Uma das grandes atrações do novo Bolt está na cabine. Assim, o Chevrolet traz um novo painel de instrumentos digital e sistema de entretenimento com tela de 10,2 polegadas.

O dispositivo tem conexão sem fio com a plataforma Apple CarPlay, podendo oferecer acesso a uma diversidade de aplicativos, como Spotify e Amazon Alexa, por exemplo.

Além disso, há carregador de smartphone por indução (sem fio). Assim como teto solar panorâmico, bancos dianteiros aquecidos e ventilados, oferecidos como opcionais. Da mesma forma que o Chevrolet Onix feito no Brasil, o novo Bolt tem wi-fi a bordo.

Os dois carros elétricos serão os primeiros Chevrolet com Super Cruise. Opcional, o sistema de direção semiautônoma permite que o modelo rode sem intervenção do motorista.

A dupla também traz o Chevrolet Safety Assist. O pacote inclui tens como assistente de frenagem de emergência automática.

Assim também há alerta de risco de colisão frontal e frenagem automática ao detectar pedestres. Câmera de 360º e assistência de permanência na faixa de rolagem, com aviso em caso de saída involuntária, ainda fazem parte do pacote.

MOTORES E AUTONOMIA

De acordo com a GM, os novos hatch e SUV têm baterias de íons de lítio de 65 kWh. Os dois vêm com motor elétrico que gera o equivalente a 201 cv de potência e 35,7 mkgf de torque.

Desse modo, o hatch tem autonomia de até 416 km. Ao passo que o SUV pode rodar até 402 km sem que seja necessário recarregar as baterias. Da mesma forma, tanto o Bolt quanto o Bolt EUV trazem sistema de carregamento rápido: em apenas 30 minutos é possível obter energia suficiente para rodar cerca de 161 km com o hatch e 153 km com o SUV.

Segundo informações da GM, em tomadas caseiras de 240V a recarga leva em torno de sete horas para ser feita.

Nos EUA, o novo Bolt tem tabela de US$ 31.995 e o Bolt EUV, de US$ 33.995. Isso dá cerca de, respectivamente, R$ 172 mil e R$ 184 mil na conversão direta, sem impostos. No Brasil, o hatch da geração anterior tem tabela de R$ 262.100.