Nova sede da Câmara Municipal é inaugurada na Vila Augusta

O presidente da Câmara, Professor Jesus (Republicanos), realizou a entrega, nesta quinta-feira (17), do novo prédio da Câmara Municipal, na Vila Augusta. O prédio abrigou por muitos anos a antiga fábrica de Tapete Lourdes.

“É uma economia de R$ 12 milhões a cada quatro ano sem o pagamento dos alugueis. Com isso, o prefeito poderá investir esse valor na educação, na saúde, entre outros. Esse é o grande legado para o município de Guarulhos”, destacou Jesus.

Segundo ele, algumas intervenções ainda serão realizadas no imóvel e alguns mobiliários ainda serão entregues – itens que atrasaram devido a pandemia do coronavírus. O objetivo é entregar a nova sede em janeiro, mas a retomada dos trabalhos legislativos já está garantida no local em fevereiro.

O secretário de Administração da Câmara, César Samsoniuk, afirmou que o novo edifício é importante e questionava-se muito os motivos de o Legislativo não ter sede própria. “Ao longo de quatro anos, as economias que será feita com o não pagamento de alugueres pagará o que foi investido aqui”, disse.

Para o Diretor de Assuntos Administrativos, João Francisco Viseu de Barros, em termos de tamanho, a nova sede é parecida com a estrutura anterior. “Só que, a partir do momento que a estrutura é nossa, a gente pode passar a fazer melhorias que atendam ao Legislativo. É diferente de alugar um prédio onde temos limitações de não poder mexer adequadamente nele”, disse.

Segundo Barros, o novo Plenário é à prova de fogo, fica em uma localização central (com salas de reuniões de um lado e administrativo do outro) e será maior na parte dos vereadores. “Imprensa e assessores dos vereadores vão poder ter mais espaço para trabalhar”. Já sobre a parte administrativa, o diretor afirma que ela foi pensada na funcionalidade. “Tecnicamente, é uma Câmara mais inteligente, prática e mais útil”.

A solenidade restrita e com todas as medidas de segurança contou com a presença de vereadores e autoridades da cidade.