Nova Farma completa cinco anos e planeja expandir sua rede em Guarulhos


Presente na cidade desde 2017, a Nova Farma completa cinco anos operando com seis unidades no município. O gerente de marketing da rede, Vitor Bravo, falou sobre o começo da empreitada na cidade.

“A Nova Farma foi projetada levando em consideração os anseios dos guarulhenses. Identificamos a necessidade de uma farmácia na cidade que unisse o padrão de loja de rede com o atendimento humanizado, característico das farmácias de bairro”, explicou. “A receita tem dado certo e hoje a Nova Farma é uma das drogarias que mais cresce em Guarulhos”.

Mas, apesar de relativamente nova, a rede conta com a experiência de um grupo com quase 30 anos de vivência no ramo e mais de 70 lojas espalhadas por toda a zona leste da capital e Região Metropolitana. A Nova Farma faz parte do grupo Drogaleste, que é a maior rede independente da zona leste de São Paulo.

Bravo falou também sobre o difícil período que a empresa viveu na pandemia e como ela se adaptou para sair dessa ainda mais fortalecida. “Em 2020, com a pandemia do coronavírus, a Nova Farma, assim como todo o mercado, teve que se adaptar. No início haviam muitas informações desencontradas e um excesso de notícias que nem sempre eram verdadeiras, causando medo e confusão tanto entre os clientes, quanto nos colaboradores”, disse.

“Conforme os protocolos sanitários foram sendo definidos pelos órgãos competentes, as lojas foram sendo adaptadas para atender a todos com segurança. No auge da pandemia houve falta de álcool no mercado e, para não faltar para nossos clientes e colaboradores, a empresa teve que fabricar o produto nas farmácias de manipulação do grupo. Chegamos a reservar parte do horário da manhã para atender os mais idosos, que corriam maior risco”, destacou.

“Também foram investidos milhões de reais na importação (própria) de testes de covid-19. As lojas do grupo chegaram a fazer mais de três mil testes por dia. No momento em que alguns varejistas abusaram dos preços de alguns produtos que estavam em falta, a Nova Farma sempre ofereceu os testes a um preço popular, além de converter parte do valor da venda na doação de cestas básicas para a Cufa, Central Única das Favelas. As nossas lojas já faziam entregas e atendiam pelo WhatsApp porém, na pandemia, esses atendimentos triplicaram. O comportamento do cliente mudou, muitas pessoas que ainda tinham receio de pedir medicamentos pela internet se viram obrigadas a utilizar o serviço, e gostaram. As entregas não diminuíram com a reabertura”, disse ainda o gerente de marketing.

Para 2022 a Nova Farma pretende expandir sua rede, além de implementar um aplicativo próprio de entregas da rede, que deve fazer com que o serviço de delivery aumente ainda mais. Já que, segundo ele, a rede chega a realizar seis mil entregas por mês na cidade.

- PUBLICIDADE -