Nota Fiscal Paulista é fonte de renda da Casas André Luiz

Sabe aquela nota que recebemos no supermercado, no açougue, na farmácia e que, por vezes, ignoramos por completo? Pois é, com a popularização dos aplicativos bancários e transações comerciais on-line, a pobre amarelinha sempre acaba dentro da sacola, esquecida no bolso do casaco ou até no fundo da lata de lixo. Porém, pouca gente sabe que a Nota Fiscal Paulista sem CPF ou CNPJ é uma aliada da Casas André Luiz.

O Programa Nota Fiscal Paulista permite que o consumidor doe à Instituição, que há 72 anos oferece atendimento gratuito e especializado a mais de 1.700 pacientes com deficiências, e ajude na manutenção de toda a estrutura disponibilizada tanto no Ambulatório de Deficiências quanto na Unidade de Longa Permanência.

“Para completarmos nosso orçamento, procuramos formas alternativas de captar recursos. Uma das soluções é o Programa Nota Fiscal Paulista, onde o governo permite que os cupons fiscais emitidos aos consumidores em suas compras, sem o cadastro do CPF ou CNPJ, sejam doados para que nossa instituição receba de volta parte do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) referente ao valor gasto, sem ônus algum”, explica Luzia Margareth Pummer, presidente do Conselho Diretor da Casas André Luiz.

Em média, o custo de um assistido ultrapassa o valor de 6 mil reais por mês e, atualmente, a Unidade de Longa Permanência abriga 540 pessoas que necessitam de acompanhamento contínuo de uma equipe especializada.

“Aquela notinha esquecida e sem importância para muitos se transforma em algo muito valioso para nós”, comenta a presidente do Conselho Diretor. “Aqui, ela é convertida em medicamentos, alimentação, tratamentos especiais, roupas e uma infinidade de itens necessários para a manutenção da saúde e do bem-estar de todos os nossos pacientes”.

Doar Nota Fiscal Paulista é fácil e faz toda a diferença

A Soulcial disponibilizou uma plataforma digital que facilita a doação de cupons fiscais para impulsionar a captação de recursos. O aplicativo conecta empresas e consumidores às entidades sociais que dependem da colaboração da iniciativa privada para continuar o trabalho filantrópico.

Segundo dados emitidos pela própria empresa, o governo do estado de São Paulo destinou cerca de 120 milhões de reais em doações mediante Nota Fiscal Paulista em 2020, beneficiando mais de 6 mil instituições de caridade. Outro dado interessante é que 60% da repartição do IMCS é destinada com exclusividade às organizações não-governamentais, enquanto somente 40% retorna à pessoa física.

O aplicativo é uma dentre as diferentes formas de cadastrar a amarelinha. O consumidor — devidamente inscrito no Programa Nota Fiscal Paulista — poderá cadastrar o cupom fiscal no site da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, doar por e-mail, pelos Correios ou até pelo Whatsapp. Nesta última opção, basta tirar uma foto da nota e enviar para os atendentes.

Antes de fazer a doação, é preciso prestar atenção na validade. O prazo de cadastro é válido até o dia 20 do próximo mês. Ou seja, caso a Nota Fiscal Paulista sem CPF ou CNPJ seja emitida em 10 de maio, ela deverá ser cadastrada no sistema até o dia 20 de junho.

Confira as formas de envio e cadastro disponíveis:

Soulcial

Disponível na App Store e no Google Play

https://www.soulcial.com.br

Correios

Avenida André Luiz, nº 723, Picanço. Guarulhos/SP

CEP: 07082-050

Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo

www.nfp.fazenda.sp.gov.br

E-mail:

projetos@casasandreluiz.org.br

Whatsapp

(11) 94321-0089