Nossa parte de responsabilidade

Muitas vezes em uma ocasião, onde envolve outras pessoas, nos machucamos ou ficamos totalmente irritados. Porque as coisas não saem como a gente esperava. Um encontro, uma reunião, um passeio e por aí vai… Nós queremos ter o controle de todas as coisas e forçar que todas as coisas aconteçam do nosso jeito. Até porque, esse é o universo que enxergamos, é o que entendemos como correto.

Mas acredite ou não, somos responsáveis apenas por 33% da situação que envolve mais pessoas. Não conseguimos mudar a outra pessoa e nem o ecossistema que estamos embutidos. Como assim?

Nós conseguimos controlar os nossos 33,3334…%, somente essa porcentagem no fator decisivo somos responsáveis. Os outros 33% são responsabilidade da outra pessoa envolvida na situação e você não vai conseguir interferir. Porque as decisões são da outra pessoa e não temos um controle remoto que controla as decisões dos outros. E por fim, os últimos 33% está a mercê da natureza, onde ninguém consegue alterar ou ser responsável por essa parte.

Então, não precisamos mais sofrer, nos irritar e até nos auto responsabilizar por situações que estão fora do nosso controle. Temos que nos livrar do peso que não faz parte da nossa responsabilidade.  Por esse motivo, muitas pessoas sofrem diversos tipos de doenças emocionais por não conseguir gerir todas as partes de uma situação e essa frustração as inibem de ter seu crescimento pessoal. Trazendo cargas negativas capazes de levar até mesmo a uma doença. Lembre-se que a felicidade, sucesso ou tranquilidade não vem dos outros, vem de nós mesmos.

Seja responsável pela sua parte de responsabilidade e não se pune com coisas que você não é responsável. Tire essa carga de culpa que você leva e siga a vida com mais leveza e sabedoria. Afinal, você é responsável apenas pela sua parte.

Viva a vida com mais leveza.

Boa sorte!