No Dia da Mulher, SP lança campanha contra assédio no trabalho

O governador Geraldo Alckmin lançou, nesta quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a campanha “Trabalho Sem Assédio Sexual”. A iniciativa tem o objetivo de conscientizar os servidores públicos sobre a importância do respeito mútuo, especialmente à mulher, no ambiente de trabalho.

“O Governo do Estado de São Paulo é majoritariamente feminino. Por isso, assinamos uma parceria com o Instituto Avon e o Vetor Brasil para uma ação que promova dignidade entre as pessoas e respeito pelas mulheres”, ressalta Alckmin, que destacou a importância de o tema envolver toda a sociedade. “A batalha das mulheres não é apenas das cidadãs. É uma luta civilizatória e de todos, da qual os governos devem participar ativamente. São Paulo sempre está na vanguarda”, acrescenta o governador.

Cerca de 340 mil mulheres atuam nos órgãos públicos da administração direta e indireta do Estado, que emprega ainda aproximadamente 306 mil homens. O lançamento faz parte das ações do “Fórum Fale Sem Medo”, do Instituto Avon, parceiro da campanha idealizada pela Corregedoria Geral da Administração (CGA), subordinada à Secretaria de Estado de Governo.

Denúncias
Alckmin assinou o decreto que disciplina a apuração dos casos de assédio sexual no âmbito da administração pública estadual por parte da CGA. A campanha é uma iniciativa inédita da Corregedoria, que pretende abrir um canal de comunicação com as servidoras para que elas se sintam seguras e amparadas em denunciar possíveis assediadores, além proporcionar um emprego produtivo e em condições de liberdade, segurança e dignidade humana.

“O assédio sexual provoca enorme constrangimento e deve ser denunciado porque prejudica o ambiente de trabalho, além de ser uma infração administrativa grave”, explica o presidente da CGA, Ivan Agostinho.

Foto: Governo o Estado de São Paulo