Moradoras de Arujá e Suzano são as novas vítimas fatais de coronavírus no Alto Tietê

Da Redação

Arujá e Suzano confirmaram nesta quinta-feira (02) duas mortes por coronavírus – o primeiro de Arujá e o segundo em Suzano. Com esses casos, já são oito os mortos pela covid-19 no Alto Tietê. Há, ainda, 37 óbitos suspeitos em investigação na região, segundo informações disponibilizadas pelas Vigilâncias Epidemiológicas Municipais ao Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

Em Arujá, a vítima é uma mulher de 70 anos, com histórico de obesidade, diabetes e neoplasia maligna. Ela estava internada no Hospital Beneficência Portuguesa desde o dia 13, tendo sido transferida para a UTI no dia 23. A morte ocorreu ontem.

Já o segundo caso de Suzano é de uma mulher de 72 anos, que estava internada no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, que funciona como Centro de Referência do coronavírus na cidade. Ela também faleceu ontem e apresentava histórico de diabetes e doença cardiovascular.

Das oito pessoas que morreram de coronavírus na região, seis foram mulheres – a idosa de 70 anos de Arujá, os quatro casos de Guarulhos, onde as vítimas tinham 89, 85, 62 e 39 anos, e o caso da suzanense de 72 anos. Os óbitos masculinos são de um idoso de Suzano, de 81 anos, e outro de Mogi das Cruzes, de 69 anos.

Casos na região

Os casos confirmados de coronavírus no Alto Tietê também continuam a subir. Já são 102 pessoas infectadas pela doença. Guarulhos e Mogi das Cruzes, que são as duas maiores cidades do Condemat, possuem mais contaminados – 42 e 31, respectivamente.

Os demais casos confirmados de pacientes com coronavírus estão em Arujá (7), Biritiba Mirim (1), Ferraz de Vasconcelos (2), Itaquaquecetuba (8), Poá (1), Santa Isabel (1) e Suzano (9). De segunda-feira até hoje, o número de pessoas infectadas pela Covid-19 na Região aumentou 78,94% na Região.

Imagem: Divulgação/Condemat